Turismo de negócios alavanca economia de cidades mineiras

[Por Sebrae, 02/04/2012]
Belo Horizonte – O mineiro Alexandre Moreira, de 37 anos, era coordenador em uma faculdade de Juiz de Fora (MG) quando decidiu, há três anos, largar tudo e virar empresário. Com mais três sócios, comprou um antigo hotel na cidade, o Green Hill, fez uma grande reforma e dobrou o número de leitos do estabelecimento. Alexandre resolveu apostar no ramo empresarial quando confirmou um palpite: o aumento do turismo de negócios.
Números da Secretaria de Turismo de Minas Gerais (Setur) apontam que, em 2010, mais de 20% dos turistas que visitaram Juiz de Fora estiveram na cidade a negócios. Outro dado animador indica que cerca de 280 eventos devem ser realizados no município neste ano. A expectativa é que, em 2012, a capacidade hoteleira da cidade passe dos atuais 3.699 leitos para 4.383, um aumento de 18,5% .
O turismo de negócios movimenta restaurantes, bufês, hotéis, agências de turismo e de eventos e transportes. Para receber um contingente maior de turistas, as cidades buscam, cada vez mais, eficiência e qualidade nos serviços. O Programa de Turismo de Negócios do Sebrae em Minas Gerais, realiza, desde 2009, capacitação em várias partes do estado. O objetivo é aprimorar a gestão empresarial e impulsionar o segmento. A iniciativa tem como público-alvo a rede hoteleira, as agências de turismo, os espaços de eventos, organizadores e promotores de eventos e restaurantes. O hotel Green Hill é um dos participantes do programa em Juiz de Fora.
“O Sebrae trabalha tanto o pensamento estratégico do setor, com foco na captação de novos eventos, quanto a eficiência operacional, com a melhoria da qualidade dos serviços”, explica Marcelo Rother, analista da instituição no estado. O programa, segundo ele, atualiza as empresas em gestão financeira, estratégia e marketing.
Mas, não é só Juiz de Fora que vive um bom momento no turismo de negócios. Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, quase 35% dos turistas visitaram a cidade a negócios. No local, 35 empresas participam do projeto Turismo de Negócios. Em Belo Horizonte, o turismo de negócios também está a todo vapor. Segundo a Setur, por ano, cerca de 30% das visitas à capital são motivadas por esse segmento.

2 thoughts on “Turismo de negócios alavanca economia de cidades mineiras”

  1. Ola!

    Represento a Mundi Limousine, uma empresa de transporte executivo de Miami e gostaria de poder nos apresentar para as agências que necessitam suporte para eventos na Flórida.

    Como devo proceder?

    Atenciosamente

    Heberty Rucaglia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *