Cerca 70% dos trabalhadores do carnaval são informais

[Por Panrotas, 14/02/2012]
De acordo o Sebrae-RJ, cerca de 70% das seis mil pessoas que trabalham nas 13 escolas de samba do Grupo Especial do carnaval estão na informalidade. A instituição preparou uma campanha para mostrar as vantagens de se inscrever como Empreendedor Individual.
“Falar sobre os benefícios e as facilidades da formalização para esse público foi um passo importante. Além da atividade ser sazonal, entre outubro e fevereiro, a maioria sequer conseguia se ver como empreendedor individual trabalhando no mundo do samba”, explica o gerente de Educação e Cultura Empreendedora do Sebrae no Rio de Janeiro e presidente da escola Porto da Pedra, Francisco Marins.
A iniciativa do Sebrae, em parceria com a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) e Associação das Mulheres Empreendedoras do Brasil (Amebras), será retomada depois do carnaval. Nesta primeira fase, o Sebrae promoveu palestras nas escolas Renascer e Grande Rio, além de atendimentos na Cidade do Samba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *