Cresce a demanda pela 1ª classe nos aviões e 2ª classe nas hospedagens

[Por Business Travel, 09/01/2012]
Os consumidores estão comprando mais bilhetes aéreos de primeira classe, mas estão mais inclinados a optar por economia no que se refere a hospedagem, de acordo com um novo estudo “American Express Business Insights”. O relatório conclui que os gastos para compra de passagens aéreas em primeira classe e em classe executiva aumentaram 9,1% e 5,4%, respectivamente, no terceiro trimestre do ano passado. Ao mesmo tempo, os consumidores gastaram mais 10,5% em hospedagens econômicas, contra apenas 2,2% em apartamentos de hotéis de luxo. Os resultados aplicam-se tanto às viagens de negócios quanto de lazer.
O estudo diz que os analistas da indústria e os próprios viajantes justificam essa aparente tendência bipolar de gastos: a crescente frustração em voar – má experiência oferecida pelas companhias aéreas – e a melhoria na qualidade da hotelaria econômica, que cada vez mais amplia a oferta de serviços básicos por preços justos. O estudo da American Express revela que os hotéis midscale e mesmo os upscale (a segunda categoria mais alta) perdeu todos os tipos de hóspedes, registrando declínio de 3,4% e de 3,9%, respectivamente.
O aumento da procura por voos em classes premium também pode ser atribuída a mudanças nas políticas de viagens das empresas, mais flexíveis agora que a economia e os negócios estão melhorando. Segundo um relatório da GBTA – Global Business Travel Association, em 2011 apenas 42% das empresas baniram viagens em classes premium, contra 47% em 2010.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *