Resorts Brasil: faturamento de resorts em 2012 subiu 8% em relação ao ano passado

[Por Resorts Brasil, 09/12/2011]
Em recente encontro com jornalistas, apresentamos o market share dos resorts apurados pela nossa Associação. Os dados dão um novo alento à atividade: comparado com os primeiros dez meses de 2010, o faturamento total entre janeiro e outubro deste ano subiu 8%. Isto é apenas o primeiro sinal de recuperação, mas sabemos que o desempenho ainda está longe do ideal.
A Resorts Brasil luta para alcançar medidas concretas entre o governo que possam desonerar, em um patamar perfeitamente plausível e já aplicado a outros segmentos turísticos, nossos impostos. Seria um avanço significativo, que daria nova força aos resorts para se tornarem empreendimento plenamente saudáveis e comprometidos com o desenvolvimento social do país. Esse esforço junto às autoridades já está sendo executado pelo Comitê Político-Estratégico, criado este ano com outros Comitês Temáticos, tema de matéria deste boletim. E os primeiros resultados já estão surgindo, à medida que somos ouvidos por nossos interlocutores em Brasília.
É um trabalho de fôlego, que seguirá exigindo de todos nós da Resorts Brasil muita dedicação em 2012.
Especial I – Carta de São Paulo
O setor hoteleiro vem demonstrando união em torno de propostas comuns, e a Resorts Brasil participa ativamente desse movimento reivindicatório e de proposições. Após terem registrado suas propostas conjuntas em um documento que ficou conhecido como a Carta de Salvador, a Resorts Brasil, o FOHB – Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil, a ABIH – Associação Brasileira da Indústria Hoteleira e a FBHA – Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação reuniram-se em novembro/2011 no Conotel, em São Paulo, e divulgaram a “Carta de São Paulo”.
Nela, as entidades ratificam diversas solicitações, como a necessidade da adoção de incentivos fiscais, por meio da inclusão do turismo – um dos setores que mais geram empregos – no programa Brasil Maior.
Além disso, na ocasião, as associações apresentaram uma moção propondo a prorrogação de prazo por 180 dias, para a entrada em vigor da Ficha Nacional de Registro de Hóspedes (FNRH), requerendo novos encontros entre o poder público e a iniciativa privada para definir como proceder para a adoção do documento (solicitação esta que foi atendida).
Especial II – Resorts Brasil em nova missão
A Resorts Brasil tem uma nova missão. Ela foi apresentada em 18 de outubro de 2011, durante o evento “Resorts e o Novo Cenário Mundial”, promovido pela associação no Rio de Janeiro e que contou, inclusive, com a presença de proprietários dos empreendimentos associados.
É uma missão que reflete o atual posicionamento da Resorts Brasil e merece ser lembrada: “Fomentar a performance dos resorts, desenvolvendo a sua representatividade através de sinergia e parcerias, disseminando a informação e posicionando-os como referência em serviços e benefícios”.
Ao focar em “Performance” e “Representatividade”, a Resorts Brasil define as suas principais linhas de atuação, que já estão pautando e deverão pautar a entidade nos próximos anos. De um lado, o fortalecimento comercial dos resorts, que está no DNA da Resorts Brasil desde a sua criação; de outro, a atuação política, que se tornou cada vez mais necessária ao longo desses nove anos de associação, no sentido de garantir à nossa atividade as condições mínimas para que os empreendimentos hoteleiros da categoria Resort tenham o sonhado desempenho que justifique a manutenção dos investimentos.
Exemplo desse esforço entre os parlamentares aconteceu no dia 23 de novembro de 2011, quando a Resorts Brasil foi convidada a participar de audiência pública convocada pela CTD (Câmara de Turismo e Desporto) da Câmara Federal em Brasília, sobre os investimentos e preparação dos resorts brasileiros para receber os turistas durante os grandes eventos que serão realizados nesta década no Brasil.
Durante a audiência, a Resorts Brasil levantou a questão dos problemas de competitividade que os resorts brasileiros enfrentam devido aos custos elevados que recaem sobre os empreendimentos, e levou também à pauta as reivindicações do setor para desoneração fiscal e entrada do segmento no programa de incentivo Brasil Maior, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, conforme definido na Carta de Salvador.
Essa inclinação também para a atuação política é uma das muitas inovações que estão acontecendo, em várias frentes de ações, na Resorts Brasil. Na área da organização, é preciso destacar a criação dos Comitês Temáticos.
Foram dois anos de trabalho intenso, com a ajuda de uma consultoria contratada, e convites aos associados de todo o Brasil para participarem dos Comitês. Estes foram também anunciados em outubro de 2011 e são os seguintes: Comitê Político-Estratégico, Marketing, Comercial e Administrativo-Financeiro.
Esses Comitês terão o importante papel de atuar conforme as estratégias traçadas pela Resorts Brasil para a próxima gestão, que se inicia em janeiro de 2012. Entre esses objetivoss, estão:
– a atuação conjunta com outras entidades ou mesmo isoladamente na esfera política, pleiteando ajustes econômicos e tributários que favoreçam e valorizem a atividade dos resorts;
– a proximidade com o agente de viagem, que continua sendo o principal meio de comercialização do produto “Resort”;
– a realização sistemática de um número cada vez maior de eventos de capacitação entre o trade sobre o produto “Resort”;
– a maior presença da associação nos grandes eventos internacionais, a fim de atrair o turista estrangeiro;
– a produção e compilação de bancos de dados e pesquisas relativas ao setor, tornando esses números ferramentas importantes para a tomada de decisões dos empresários e também para a divulgação dos resorts.
A organização e atuação a partir de Comitês facilitam o planejamento e a execução das ações consideradas prioritárias pela associação. Eles deverão ampliar os serviços prestados pela Resorts Brasil, além de propiciar, no âmbito da entidade uma troca cada vez maior de informações referentes ao negócio “Resort”.
Todos os participantes dos Comitês já estão engajados nessa nova missão.
Em busca do mercado internacional
Dezembro e janeiro serão meses agitados para os resorts que aderiram à participação nos workshops internacionais promovidos pela Resorts Brasil.
Ainda neste mês de dezembro acontecem dois workshops nos Estados Unidos (Nova Iorque, no dia 6 e Fort Lauderdale, no dia 8).
Para 2012 estão programadas mais ações do gênero, em importantes países. Milão (24/1) e Frankfurt (26/1) serão as próximas cidades no Exterior a receberem os workshops da Resorts Brasil.
Os resorts que ainda não confirmaram a participação em Frankfurt e Milão, favor encaminhar e-mail para ricardo@resortsbrasil.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *