Embratur busca atrair turistas na baixa temporada

[Por Brasil Network, 07/10/2011]
A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), em parceria com a Embaixada do Brasil no Chile e Comitê Descubra Brasil, esteve presente no seminário “Descubra Brasil”, organizado pela agência de viagem Cocha, a maior no mercado chileno, especializada em comercializar destinos turísticos brasileiros. O evento, que aconteceu ontem (6), quinta-feira, em Santiago, contou com a presença de mais de 300 profissionais de turismo.
O principal objetivo do encontro foi reunir e apresentar aos agentes de viagens chilenos os produtos e serviços oferecidos pelo mercado brasileiro. “Essas ações em parceria com o Comitê Descubra Brasil têm o objetivo de incrementar a venda também de baixa temporada e reforçar a imagem do país como destino turístico”, explicou o diretor de Mercados Internacionais da Embratur, Marcelo Pedroso.
O seminário contou com a participação de 42 expositores brasileiros, dentre eles destinos turísticos, hotéis, empresas de receptivo. Na oportunidade, foi realizada uma rodada de negócios, seguida de um workshop com informações sobre as oportunidades de negócios no Brasil. No fim do dia, apresentações musicais e culturais receberam 350 clientes da agência Cocha, que receberam informativos sobre os produtos disponíveis para comercialização.
De olho nos turistas da América do Sul
Dados da Organização Mundial do Turismo referentes ao 1º semestre mostram que a América do Sul liderou o crescimento do turismo em 2011. Enquanto o segmento no mundo cresceu 4,4%, no continente sul-americano, o crescimento foi de 15%, três vezes superior à média mundial. No mesmo período, o Brasil registrou um crescimento de 11,7%.
“Os dados apresentados reforçam a importância do turismo para a recuperação da economia mundial e ferramenta necessária para o desenvolvimento social”, avalia o presidente da Embratur, Flávio Dino. “O crescimento expressivo na América do Sul também mostra o acerto de nossa estratégia de reforçar a divulgação do Brasil em nossos vizinhos, apostando em aumentar o volume de turistas mais próximos ao país”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *