Alta em 2012 para as viagens corporativas, congressos e eventos

[Por Brasilturis, 17/10/2011]
A previsão para os segmentos foi indicada pela Carlson Wagonlit Travel, especializada do setor e que aponta para uma elevação nos preços na maioria das regiões, com especial atenção para a América Latina em razão da sua ‘efervescente economia’. A exceção deverá ser a Europa, em razão da crise atual, e que não deverá apresentar grandes alterações, o mesmo acontecendo com a África e o Oriente Médio colocados em um ‘modesto crescimento’.
As tarifas hoteleiras médias nas três regiões vão subir entre 0,2% e 0,9% na primeira metade do ano. As locações de veículos e viagens de trens deverão alcançar uma elevação entre 3,6% e 4,2%. Com a América Latina estará a liderança dos aumentos, vivendo sua fase de prosperidade. O incremento mais substancial deverá ocorrer na Colômbia, e o Brasil estará em segundo, sendo que o setor hoteleiro terá altas entre 24% na primeira metade do ano e de 34% no segundo semestre. O setor aéreo deverá apresentar uma alta média de 5,8%
Ásia e Pacifico também vão crescer, embora com preços mais estáveis. Entre 3,1% e 3,8% no aéreo, 2,1% na primeira metade do ano para a hotelaria e queda de 0,9% no segundo semestre. Nos Estados Unidos e América do Norte, o aéreo será entre 3,5% a 4,1% e nos hotéis as tarifas terão elevação media. No Canadá, o crescimento será bem limitado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *