MTur investirá em estrutura aeroportuária regional

[Por BRASILTURIS JORNAL, 28/09/2011]
O registro recorde de embarques e desembarques domésticos em julho e a pesquisa de expectativa de viagem apontam para a continuação do crescimento da demanda de passageiros e o conquente aumento no movimento em aeroportos regionais. Atento a esse movimento, o Ministério do Turismo (MTur) vem identificando locais prioritários para investimentos em infraestrutura aeroportuária regional.
O objetivo é estimular o desenvolvimento das rotas de baixa e média densidade de tráfego e o aumento do número de cidades e municípios atendidos pela aviação regional. Aproximar essas distâncias significa ampliar a gama de turistas para essas regiões e alavancar o setor como um todo, promovendo expansão da hotelaria, dos restaurantes e dos atrativos turísticos.
Desde 2003, o Ministério do Turismo destinou R$ 160 para obras de infraestrutura nos aeroportos regionais brasileiros. Os repasses tiveram como objetivo a revitalização de pistas, construção e terminais de embarque e desembarque, aquisição de equipamentos e outras realizações fundamentais para a recuperação e modernização aeroportuária, para elevar o potencial turístico em cidades de pequeno e médio porte.
O Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur) já levou à aprovação do Cofiex US$ 1,9 bilhão em financiamentos junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento e à Corporação Andina de Fomento, para o atendimento a 24 áreas turísticas prioritárias. Elas vão do Seridó, no Rio Grande do Norte, a Serra da Bodoquena, no Mato Grosso do Sul, passando pelo agreste paraibano, pelo Jalapão tocantinense e pela Serra fluminense.
A aviação regional tem apresentado altos índices de crescimento do setor aeroviário, com resultados significativos nas operações das companhias, que chegaram a 123,9% de crescimento no primeiro semestre deste ano, em relação ao mesmo período de 2010.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *