Brasil quer atrair mais turistas dos países vizinhos

[Por PanRotas, 12/09/2011]
O Ministério do Turismo instalou hoje o Comitê Intersetorial de Facilitação Turística (Cifat). Formado por representantes do setor e de 11 ministérios, o comitê vai ajudar o ministério a solucionar os gargalos que travam o crescimento do turismo no Brasil. Um dos primeiros desafios é atrair mais turistas dos países vizinhos para a Copa do Mundo de 2014, segundo o ministro Pedro Novais (foto).
Os turistas que entram no Brasil pelas fronteiras representam menos de 40% do fluxo total. A maioria, cerca de 1,5 milhão de visitantes, vem da Argentina. Mas ainda atraímos poucos turistas venezuelanos, bolivianos e peruanos, por exemplo. Na França, mais de 70% dos visitantes são de países vizinhos.
De acordo com Novais, a falta de informações nos pontos turísticos, as dificuldade de acesso ao Brasil e as deficiências na infraestrutura afastam os turistas sul-americanos. Outro problema é o alto custo do turismo em território nacional. “O Brasil ainda é um país caro para os estrangeiros e para os turistas brasileiros”, reconheceu o ministro.
No mês passado, o ministério lançou um programa para atrair mais turistas que vivem nas fronteiras, denominado Frontur. A aposta é usar o Acre como porta de entrada para os visitantes, aproveitando a Rodovia Interoceânica, que liga Rio Branco a Lima, no Peru, e está em fase de conclusão. “Eles [turistas sul-americanos] não puderam ir a África do Sul [Copa do Mundo]. Mas virão aqui, que é mais perto. O programa vai facilitar essa vinda”, disse Pedro Novais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *