Brasil reforça promoção turística de eventos

Por Plano Aquarela / Aquarela 2020, 23/05/2011
Entre os dias 24 e 26 de maio, a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) participa, em Frankfurt (Alemanha), da IMEX 2011 (The Worldwide Exibition for Incentive Travel, Meetings and Events), referência mundial na área de turismo de incentivos e encontros. Na avaliação do presidente da Embratur, Mário Moysés, o encontro é uma ótima oportunidade para apresentar nossos destinos, a infraestrutura e a expertise brasileira na realização de eventos, além de um bom momento para trocar experiências e informações com outros países e observar as novas tendências do segmento.“Vamos intensificar nosso trabalho buscando sempre aumentar nossa competitividade no cenário mundial para não somente manter o Brasil entre os Top 10 do ranking ICCA, mas aumentar o número de eventos internacionais que realizamos e o número de cidades brasileiras habilitadas para recebê-los”.
Durante três dias, o Brasil vai mostrar sua diversidade de destinos e a estrutura para realização de eventos e encontros de negócios nos mais variados segmentos. Na programação, estão previstos seminários e workshops, organizados por renomadas instituições como GCB (German Convention Bureau) e SITE (Society of Incentive & Travel Executives) e a própria ICCA (International Congress & Convention Association). A propósito, no dia de abertura, a Embratur vai promover um coquetel em seu estande para celebrar a consolidação no ranking dos principais receptores de eventos divulgado recentemente. O diretor de Produtos e Destinos do Instituto, Marco Antonio Lomanto, estará presente e a participação do presidente do ICCA, Arnaldo Nardone, está confirmada.
A Embratur considera estratégica sua presença na IMEX, devido ao aumento do fluxo de turistas que vem ao Brasil motivados pela realização de eventos. Parte do seleto grupo de países expositores desde 2003, neste ano, o Instituto vai aproveitara a oportunidade para, em paralelo, promover seus principais destinos turísticos na Alemanha. O aeroporto de Frankfurt é um dos locais selecionados: assim que os visitantes da feira desembarcarem, terão a sensação de estar chegando ao Brasil. Serão espalhados 50 painéis pelo saguão e montada uma torre externa com peças da campanha publicitária “O Brasil te chama. Celebre a vida aqui”.
O estande do Brasil, com área total será de 305 metros, contará com uma sala de reunião, equipada para receber profissionais e facilitar o atendimento e prestação de informações. Além de espaços reservados aos apoiadores do São Paulo Convention & Visitors Bureau, a TAM Airlines e a TAP, estarão em exposição os destinos parceiros de Foz do Iguaçu, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Santa Catarina.
Brasil no cenário mundial da realização de eventos
O ranking da ICCA 2010 classificou o Brasil em 9º lugar entre os maiores realizadores de eventos do mundo. Pelo quarto ano consecutivo, o país fica entre os dez primeiros colocados. Para o presidente Mário Moysés, o fato de ter caído duas posições em relação a 2009 não compromete os avanços obtidos. Ele lembra que, em 2003 – ano em que a Embratur passou a responder pela promoção do Brasil no exterior –, o país ocupava a 19ª posição. “De lá para cá, com uma política de captação agressiva, o número de eventos mais do que triplicou, de 62 para 275”, diz Moysés. “Essa estratégia será mantida, assim como o investimento em novos pólos para promover a descentralização fora do eixo Rio-São Paulo.”
O presidente da Embratur destaca que já são oito os destinos brasileiros ranqueados entre os 50 principais nas Américas (Brasília, Florianópolis, Porto Alegre, Foz do Iguaçu, Belo Horizonte e Salvador completam a lista). “Certamente, a ampliação da oferta de destinos atrativos requer investimentos em infraestrutura, fator decisivo na hora de escolher o local onde o evento será realizado.”
Turistas alemães no Brasil
A Alemanha é o segundo país europeu que mais envia turistas ao Brasil, sendo o quinto do ranking geral. Em 2010, 226 mil alemães entraram no país, número 5% superior ao registrado no ano anterior. Suas viagens são motivadas principalmente pelo lazer (28,2%), com permanência média de 18,6 dias, e os destinos mais procurados são Rio de Janeiro, Foz do Iguaçu e São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *