A Alagev recomenda que seus parceiros e associados não adiem os eventos

A Associação Latino Americana de Gestão de Eventos e Viagens Corporativas (Alagev) emitiu um comunicado oficial apresentando posicionamento referente à realização de eventos neste semestre e pedindo apoio do setor. Segundo a entidade, existem alternativas para realizar eventos com segurança mesmo com o advindo da nova variante Ômicron.

 

O comunicado aponta que o segmento corporativo já foi muito prejudicado por conta da pandemia de covid-19 e, que, nesses dois anos, aprenderam a realizar encontros com organização e proteção para todos os participantes e colaboradores.

 

É evidenciado ainda o percentual de pessoas imunizadas no Brasil, que já chega a quase 145 milhões de indivíduos com a segunda dose da vacina (67,93% da população) e mais de 31 milhões com a dose de reforço, correspondendo a 14,95% da população.

 

A Alagev garante a eficiência e capacidade de fomentar eventos de forma controlada e monitorada atestando tais práticas com os eventos-teste realizados nos meses anteriores. O setor de eventos é responsável por cerca de 4% do PIB brasileiro e pela geração de milhares de empregos diretos e indiretos.

 

A organização destaca também a confirmação do evento da Lacte 17 (Live Latin America Community Travel and Events Experience) que ocorrerá em 8 e 9 de março. A Lacte 17 seguirá rigorosamente todos os protocolos de segurança recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde, Governo do estado de São Paulo e autoridades locais.

 

Fonte: Brasilturis