Cabo Frio (RJ) flexibiliza medidas para atividades turísticas

A prefeitura de Cabo Frio (RJ) publicou um novo decreto na última sexta-feira (2), ampliando as medidas de flexibilização contra a propagação da covid-19. Entre as atividades turísticas, os hotéis e as pousadas tiveram a ocupação ampliada de 40% para 70%, mas permanece proibido o aluguel de casas e apartamentos de temporada que não sejam cadastrados na Secretaria de Turismo.

 

Bares e restaurantes podem funcionar até meia-noite, enquanto museus e espaços culturais podem abrir das 9h às 22h. Permanece proibida a circulação de pessoas nas vias públicas das 1h às 5h, enquanto as embarcações de passeio estão autorizadas a operar com até 60%.

 

As praias seguem abertas e está permitido o funcionamento de barracas no horário das 7h às 17h, com a instalação máxima de dez guarda-sóis e até sete jogos de mesas com quatro cadeiras cada. É obrigatório seguir as medidas de prevenção, como utilização de máscaras de proteção facial e disponibilização de álcool em gel para uso dos clientes.

 

Os ônibus de Turismo, que estavam impedidos de entrar na cidade, devem se dirigir ao Terminal de Ônibus de Turismo para liberação do acesso ao município – a entrada será permitida somente para grupos que forem se hospedar em hotéis e pousadas. Durante a permanência em Cabo Frio, os passeios e traslados feitos pelos veículos devem ser acompanhados por guias cadastrados.

 

No último domingo (4), também foram retomados os voos regulares de passageiros e, neste mês, a Azul terá voos diários para Belo Horizonte (Confins).

 

Segundo informações da prefeitura, Cabo Frio fechou o primeiro semestre deste ano com uma queda de 78,4% nos casos de pacientes internados pela covid-19 e de 41,7% nos óbitos causados pela doença. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a maior redução em casos de óbitos e internações foi na faixa acima de 80 anos. Até o momento, 82% das pessoas com mais de 70 anos já receberam as duas doses da vacina.

 

 

Fonte: Panrotas