Otavio Leite: “O Turismo do Rio de Janeiro foi recolocado na prateleira”

Mais do que promover o destino no âmbito internacional, o estado do Rio de Janeiro vem tratando como prioridade a missão de posicionar novamente o destino como cartão postal do Brasil. Entre as ações realizadas para alcançar este objetivo destacam-se a participação com estande próprios em feiras interacionais, o que aconteceu na WTM 2019, na Fitur 2020 e se repetirá em ITB (Berlim), BTL (Lisboa) e novamente na WTM.

 

“O Turismo do Rio de Janeiro foi recolocado na prateleira e passou a ter uma presença viva, o que é muito importante, afinal estamos falando da vocação maior do estado. Este ano queremos, além destas medidas de presença, cuidar de campanhas promocionais, assim como fizemos em 2019”, destaca Otavio Leite, secretário de Turismo do Rio de Janeiro.

 

Esta presença internacional não se resumirá a participação em feiras, mas também a workshops e eventos internacionais em parceria com as embaixadas. A lista completa de ações será divulgada no próximo dia 30, em evento que contará com a participação do governador Wilson Witzel.

 

“Dia 30 vamos lançar com o governador a relação das nossas participações em feiras e em outras missões, como roadshows, com apoio de conventions e de embaixadas. A estimativa é participar de 39 eventos”, explica Leite.

 

MICE

Este trabalho não visa somente o turismo de lazer, mas também o mercado MICE. “Queremos fazer um esforço muito grande na captação de feiras, eventos, seminários, congressos, convenções, seminários e eventos científicos. Neste sentido estamos avançando com a hotelaria para que as diárias sejam facilitadas. Mas é preciso articular”, ressalta.

 

Esta articulação passa pela criação de um “banco de diárias”, que consiste em descontos em período de baixa ocupação para oferecer melhor condições e preços para organizadores de eventos. “Isso é levando em consideração por organizadores na hora de levar o evento para um destino. O Rio de Janeiro precisa entrar nesta competição”.

 

ESCRITÓRIOS DE PROMOÇÃO

Como adiantado pelo M&E, o Rio de Janeiro está estruturando escritórios de promoção internacional que atenderão a seis mercados internacionais, sendo dois na Europa, dois nos Estados Unidos e dois na América do Sul. Prevista para o fim de fevereiro, a implantação destas representações deve ser adiada até março ou abril,

 

“Vamos dilatar o prazo para que este projeto ganhe mais maturidade. Creio que um ou dois meses a mais não vai afetar o projeto, de ante de uma circunstância de décadas sem esta representação. É preciso acertar e deixar os mercados que vamos trabalhar bem informados”, finaliza.

 

 

Fonte: Mercado & Eventos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *