Destino Iguaçu promove ação na capital paulista para atrair turistas

[Por Revista Hotéis, 18/04/2012]
O Destino Iguaçu promoveu na noite de ontem, no Museu da Casa Brasileira, localizado na zona Sul paulistana, uma grande ação de lançamento do Programa de Investimento Promocional de Foz do Iguaçu. O evento foi bastante prestigiado por autoridades de Foz do Iguaçú, como o Secretário municipal de turismo, Felipe Gonzalez, do Presidente do Iguassu Convention & Visitors Bureau, Mauro Sebastiany, do Presidente do Fundo de Promoção Turística de Foz do Iguaçu, Gilmar Piolla, do empresário Guilherme Paulus, Presidente da rede hoteleira GJP, representantes de operadoras e agências de viagens e organizadores de eventos, entre outros.
O evento serviu para mostrar os grandes potenciais que Foz do Iguaçu possui para incrementar a emissão de turistas no maior mercado deste destino. “O estado de São Paulo representa o maior mercado emissor de turistas para Foz do Iguacu e cada ano cresce de forma acentuada. Em 2010 contabilizamos cerca de 148 mil visitantes, no ano passado fechamos com 182 mil e nossa expectativa para os próximos dois anos é que dobremos este número de turistas vindos de São Paulo. Para isto apostamos nas ações integradas de órgãos públicos e privados que estão revitalizando o destino que segundo dados da Embratur é o segundo no Brasil mais frequentado por turistas estrangeiros. Figuramos na lista das cinco cidades brasileiras que mais recebem turismo de eventos nacionais e internacionais, conforme pesquisa da ICCA —Associação Internacional de Congressos e Convenções. Além disto, o Destino Iguaçu oferece estrutura e as melhores condições para o turismo de eventos, de aventura, de compras e até para ocasiões especiais, como lua de mel ou comemorações familiares, entre outras opções que podem atrair públicos diferenciados. Outro importante fator é que temos o sexto maior parque hoteleiro do Brasil, com mais de 21 mil leitos bem modernos”, destaca Gilmar Piolla, Presidente do Fundo de Promoção Turística de Foz do Iguaçu e que também é Superintedente de Comunicação Social da Itaipu Binacional. Segundo ele, a expectativa deste programa também é fomentar o turismo interno e aumentar o tempo de permanência, que hoje é de 4,2 dias, com gasto médio é de R$ 233,25.
E para estar bem preparada para receber estes turistas, existe um investimento por parte de iniciativa pública e privada que chega próximo a R$ 1,5 bilhão a ampliação e reforma de hotéis e restaurantes, a recuperação do asfalto nas principais vias da cidade, ampliação da rede de saneamento básico. “Estamos mantendo contato com a Infraero para através do Fundo de Promoção Turística modernizar e ampliar o aeroporto internacional de Foz do Iguaçu que hoje recebe diariamente mais de 25 voos, das principais companhias aéreas da América Latina. Nossa intenção é que o aeroporto seja transformado num hub para atender os paises do Mercosul e Andinos. No momento está em curso algumas obras que visam a melhoria dos serviços e devem consumir cerca de R$ 65 milhões em investimentos”, garante Piolla.
A promoção do turismo Iguaçu focará que ela é uma das Sete Maravilhas da Natureza e inclui a divulgação de materiais publicitários e um vídeo exaltando as outras atrações da região, assim como os sete motivos que fazem da cidade o melhor destino de lazer e de eventos. São eles: Natureza em todo o seu esplendor, “com atrativos para o seu cliente nunca mais esquecer”; Acesso fácil, por via aérea ou terrestre; Infraestrutura moderna e pronta para receber diferentes públicos; Roteiros personalizados, com passeios ou atrativos para cada perfil de consumidor; Flexibilidade para negociação e oportunidades comerciais; Treinamento e apoio para criação de roteiros personalizados; Marketing e trade marketing, com suporte em ações cooperadas nos canais de vendas, imprensa especializada e mídia para o consumidor final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *