Cultura impulsiona turismo no Brasil

[Por Aquarela 2020, 21/10/2013]
O cinema e a gastronomia brasileiros fazem parte do leque de produtos promovidos pela Embratur (Instituto Brasileiro de Gastronomia) que, na próxima semana, estarão em evidência no Uruguai durante a quarta edição do Cine Fest Brasil Montevidéu. Serão exibidas 30 produções nacionais, entre longas e curtas, além de festival gastronômico, que servirá pratos e ingredientes brasileiros em tradicionais restaurantes da capital uruguaia, entre os dias 24 e 30 de outubro.
“O cinema e a gastronomia são poderosas ferramentas de promoção de um país. São sínteses de nossa cultura, que é o que mais agrada o estrangeiro que vem ao Brasil, como revelam nossas pesquisas”, afirma o presidente da Embratur, Flávio Dino. “ Por isso, reunimos esses dois importantes aspectos da cultura brasileira em um único evento”.
Além das produções cinematográficas, os vizinhos uruguaios também poderão apreciar, durante o festival gastronômico, pratos como moqueca de peixe e camarão, tortas com queijos tipicamente brasileiros como o catupiry, além de doces de frutas – sobremesas tradicionais de várias regiões do país.
O Uruguai é um mercado prioritário para a Embratur. O país ocupa o segundo lugar do ranking sul-americano na emissão de turistas ao Brasil, ficando atrás apenas da Argentina. Em 2012, 253.864 turistas uruguaios estiveram em terras brasileiras. O segmento Sol e Praia é o mais procurado, sendo Florianópolis (SC) o destino preferido dos uruguaios quando estão em busca de lazer.
Em breve, no circuito espanhol
Em novembro, será a vez dos espanhóis apreciarem o cinema brasileiro durante a sétima Mostra e Encontro do Cinema Brasileiro na Espanha – Novocine -, que acontecerá em Madri e em Salamanca. A abertura do Novocine será no Palafox, tradicional sala de cinema madrilenho. Ao todo, serão exibidas sete produções brasileiras ainda inéditas no circuito espanhol.
Mais cinema e turismo
Nos meses de agosto e setembro, a Embratur apoiou o BRAFF (Brazilian Film Festival) de Nova Iorque, de Miami (EUA) e de Londres (Reino Unido). Além dos filmes, o BRAFF também levou a culinária brasileira aos americanos e ingleses. Durante os festivais cinematográficos, também ocorreram festivais gastronômicos nas três cidades, evidenciando os sabores brasileiros.
Os curadores do BRAFF foram o diretor de fotografia Walter Carvalho, o cineasta e atual presidente da Associação Brasileira de Produtores Independentes de TV (ABPITV), Marco Altberg, a produtora executiva, Elisa Tolomelli, o gerente de marketing e de desenvolvimento de projetos do Canal Brasil, André Saddy e o cineasta, produtor e fundador da locadora Cavídeo, Cavi Borges.
Durante o BRAFF, também ocorreu uma mostra com temática futebolística. Filmes sobre a vida de ídolos como Heleno de Freitas, Garrincha e Zico foram exibidos para o público.