Pacto nacional pela competitividade em setores ligados ao Turismo

[Por Aquarela 2020, 09/05/2013]
O presidente da Embratur, Flávio Dino, sugeriu ontem que a Câmara dos Deputados faça um pacto nacional para acompanhar a questão da competitividade de alguns setores ligados diretamente ao Turismo. “Sugiro que a Câmara lidere um pacto nacional entre o governo e a iniciativa privada para acompanhar a questão dos preços das tarifas aéreas e hoteleiras, para que possamos assim, impulsionar a competitividade do turismo no Brasil’, disse Dino durante audiência da Comissão de Turismo e Desporto realizada na tarde de terça-feira, 08.
A Comissão recebeu o presidente da Autoridade Pública Olímpica (APO), Marcio Fortes e o presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Flávio Dino, para apresentarem os preparativos dos Jogos Olímpicos que acontecerão na cidade do Rio de Janeiro em 2016.
Em janeiro deste ano, a Embratur fez uma pesquisa sobre preços da hotelaria. O levantamento feito pelo Instituto mostrou que a média das tarifas cobradas em hotéis brasileiros supera a média de tarifas cobradas em renomados destinos turísticos como Paris, Londres, Nova York, Barcelona e Cancún.
Dino informou aos membros da Comissão que a Embratur está trabalhando intensamente para promover a imagem do Brasil. “No ano passado, realizamos um evento por dia útil no exterior, mostrando todos os atrativos brasileiros como nossa cultura, nossa gastronomia e nossas belezas naturais. Apenas nesta semana, estamos com eventos em Cuba, no México, na Itália e nos Estados Unidos. Vamos ultrapassar a barreira dos 6 milhões de turistas estrangeiros em 2013 e alcançar a meta de 10 milhões após as Olimpíadas”, afirmou o presidente do Instituto.
Durante a audiência, Flávio Dino apresentou alguns números que confirmam as previsões feitas pelo Instituto como o aumento de eventos internacionais realizados no Brasil, divulgados ontem pelo ICCA (International Congress & Convention Association). “Sediamos 360 eventos internacionais em 2012, o que significa um aumento de 20% em relação ao ano anterior”, comemorou.
A entrada de turistas internacionais também aumentou em 2012. “O fluxo de turistas estrangeiros cresceu 4,5% no ano passado, o que representa um resultado 20% superior à média mundial. Isso mostra que estamos no caminho certo para a preparação dos megaeventos que o Brasil sediará como a Jornada Mundial da Juventude, a Copa das Confederações, a Copa do Mundo e as Olimpíadas”, afirmou o presidente da Embratur.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *