WTM-LA: “Feira é marco da maturidade do setor no Brasil”

[Por Hôtelier News, 25/04/2013]
Em entrevista concedida nas últimas horas da WTM-LA (World Travel Market Latin America), Lawrence Reinisch, diretor da Reed Travel Exhibitions – empresa promotora da feira -, classificou a realização do evento como uma prova da maturidade que o setor atingiu no País. “É a primeira vez que este encontro sai da Inglaterra e assinala o estágio que o Brasil atingiu no cenário turístico mundial”, diz.
De acordo com o diretor, o encontro superou as projeções e expectativas existentes quando do início da preparação. “Foi melhor e reuniu mais empresas e profissionais do que esperávamos. Contudo, para os próximos anos a intenção é alcançar ainda mais regiões do País”.
Segundo Reinisch as regiões brasileiras estão sim representadas no evento mas alguns Estados ainda tiveram pouca frequência e representantes. Ao todo, o evento congregou 1200 expositores num espaço superior a 20 mil m². “Ainda é uma feira pequena perto do que temos na Inglaterra, mas certamente há potencial para melhorar e aumentar”, vislumbra. A próxima edição acontece na mesma data deste ano – de 23 a 25 de abril de 2014.
Ainda a respeito do momento vivido pelo turismo nacional, o administrador falou sobre o momento que considera mais importante para o nicho. “O marco da mudança de pensamento no turismo foi a criação de um ministério próprio. Neste momento a atividade parou de ser enxergada com extensão de outras coisas e foi reconhecida como importante no conjunto da economia do País”, opina.
Feira privada
Questionado sobre uma das características do evento, o custeamento privado, o executivo salientou que o governo brasileiro tem que apenas ser incentivador de congressos e não o promotor deles.
“Este é um setor que tem que fazer e ter eventos assim. Realizados e sustentados por si, sem depender de apoio governamental”, sintetiza.