CNC patrocina World Travel Market Latin America

[Por CNC, 25/04/2013]
A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) patrocina a primeira edição do World Travel Market Latin America (WTM-LA), que acontece de 23 a 25 de abril, no Expo Transamérica, em São Paulo. A feira reúne todos os segmentos do turismo e promove o mercado latino-americano para o mundo.
O presidente da Reed Exhibitions Europe, organizadora da feira, Andrew Fowles, acredita que o Brasil tende a se destacar no turismo mundial e por isso a WTM chega ao País. “O Brasil está começando sua jornada a caminho de se tornar-se uma potência no setor. Por isso, a Reed expandiu sua atuação e traz a WTM para este mercado”, afirmou. Ele já anunciou a data da feira no próximo ano: de 23 a 25 de abril de 2014.
O ministro do Turismo, Gastão Vieira, esteve presente na cerimônia de abertura e falou do plano do governo de investir no crescimento do setor como forma de desenvolver a economia nacional. “Desde 2003, o MTur já investiu R$ 11 bilhões em obras de infraestrutura”, afirmou Gastão dando exemplos de investimentos na área portuária e na educação.
Receita de operadores de turismo cresce em 2012
A Associação Brasileira de Operadoras de Turismo (Braztoa) lançou, durante o WTM Latin America, no seu 39º encontro comercial, o Anuário Braztoa 2013. A publicação apresenta dados sobre a atuação das empresas associadas que, em 2012, tiveram um faturamento de R$ 10,7 bilhões – valor 8,4% superior ao de 2011. Os números têm como base dados fornecidos por 53 das 99 empresas associadas.
Apesar de o lucro ter sido maior, o número de passageiros transportados caiu 5,1%, chegando a 5,7 milhões. O valor médio por passageiro foi de R$ 1.340 no Brasil e R$ 2.957 no emissivo internacional. Em comparação com 2011, também houve redução no número das diárias, de R$ 189 mil nas diárias geradas nos empreendimentos nacionais e de R$ 567 mil nos estrangeiros. A queda está de acordo com a tendência de diminuição na taxa de ocupação verificada na hotelaria brasileira em 2012, que teve recuo de 2,60% nos índices. A previsão da Braztoa para 2013 é que haja crescimento de 10% no faturamento dos associados.