Mtur vai liberar R$ 80 milhões para cidades sede e começa por Salvador

[Por Mercado&Eventos, 27/02/2013]
O Ministério do Turismo e a Prefeitura de Salvador definiram hoje uma estratégia para melhorar a infraestrutura turística da capital baiana. O ministro do Turismo, Gastão Vieira, encontrou-se com o prefeito soteropolitano, Antônio Carlos Magalhães Neto, para definir os investimentos prioritários para a cidade. Na lista, estão o projeto de reforma dos sete pontos mágicos, que inclui o Elevador Lacerda e o Farol da Barra; a construção de um centro de arte popular e a restauração do Mercado Modelo. O ministro firmou compromisso de analisar o projeto para consolidar a parceria entre o governo federal e a prefeitura local.
“A indústria do turismo é absolutamente prioritária para nós, mas hoje infelizmente os nossos monumentos estão degradados e precisamos de apoio para restaurá-los. Sabemos que outras capitais nordestinas têm estabelecido parcerias estratégicas com o Ministério do Turismo e queremos participar também”, explicou ACM Neto. O prefeito afirmou que tem trabalhado para equilibrar as contas públicas e quitar as dívidas para receber os investimentos federais.
O ministro adiantou que R$ 80 milhões devem ser disponibilizados para as cidades-sede da Copa do Mundo. A capital baiana pode receber parte desse recurso para a construção de centros de atendimento ao turista (CATs), sinalização e acessibilidade. “Salvador reúne as melhores condições para receber recursos do ministério; está entre os 65 destinos indutores do turismo e é cidade-sede da Copa do Mundo”, comentou. O ministro firmou compromisso de avaliar as demais demandas, mas adiantou que é fundamental ter propostas e projetos bem estruturados.
“Vamos fazer o nosso dever de casa. Vamos nos empenhar para consolidar essa parceria”, afirmou ACM Neto. A audiência foi acompanhada pelo secretário de Programas de Turismo, Fábio Mota, responsável pelas obras de infraestrutura do Ministério do Turismo. Ele se colocou à disposição da equipe do prefeito para esclarecer dúvidas e trabalhar em parceria para viabilizar os investimentos.
No ano passado, o MTur já havia preparado um conjunto de obras de infraestrutura para beneficiar a população de Salvador até a Copa das Confederações. Foram disponibilizados para o Governo da Bahia um total de R$ 7,5 milhões em investimentos para construção de 35 módulos móveis de informações turísticas, distribuídos por tradicionais redutos da cidade, como Ondina, Barra, Jardim de Alah e Rio Vermelho; além de obras de acessibilidade e para sinalização trilíngue – português, inglês e espanhol – em orlas, estradas e vias centrais a serem definidas pelo governo estadual.