Megaevento do atacado alavanca turismo de negócios

[Por Diário do Nordeste, 03/08/2013]
A cadeia produtiva do turismo de negócios engordará os lucros nos próximos dez dias em Fortaleza, impactada pelo evento de maior proporção que o Centro de Eventos do Ceará (CEC) receberá desde a sua inauguração. Com início na próxima segunda-feira (5), a 33ª Convenção Anual do Atacadista e Distribuidor e 16ª Sweet Brasil International Expo (Abad 2013 Fortaleza) reunirá, até o dia 8, mais de 200 fornecedores de grande porte entre seus expositores, devendo gerar mais de R$ 20 milhões em negócios futuros.
A perspectiva da Setur é que o evento proporcione um legado econômico ao Estado superior aos valores investidos na feira e aos negócios gerados por ela. “Durante toda a semana, estarão aqui mais de oito mil pessoas de alto poder aquisitivo. Além de visitar e fazer negócios na Abad, esses empresários irão buscar informações sobre o que o Ceará pode oferecer de incentivos e oportunidades para instalarem unidades em nosso Estado, gerando um legados econômico”, estima o secretário de turismo, Bismarck Maia.
O aquecimento da economia local durante a feira também promete ser expressivo. Fortaleza já recebe uma maior movimentação a partir de hoje. E muitos participantes da feira vão permanecer depois do evento, até o fim de semana seguinte. Serão dez dias com os hotéis da Capital cheios, beneficiando não só o setor turístico, mas toda a cadeia produtiva do Estado, pois há uma capilaridade importante nesse tipo de negócio. “Não é só o recepcionista de hotel, o taxista, o garçom que vão lucrar, mas também a costureira que faz a roupa que será vendida nas lojas dos corredores de compras da cidade, a cozinheira que prepara a tapioca para vender nos pontos de venda de artesanato. O impacto é incalculável”, afirma o titular da Setur.
Mercado
Conforme Bismarck, eventos de grande porte como a Abad 2013 não viriam para o Ceará se não houvesse o Centro de Eventos.
O equipamento já proporcionou um aumento de 300% na demanda da agenda de eventos do Estado, aponta.
De acordo com o presidente do Convention & Visitors Bureau de Fortaleza, Colombo Cialdini, “com a construção do Centro de Eventos, Fortaleza subiu cinco posições dentro das cidades que realizam eventos. Era a 15ª e passou a ser a 10ª. A expectativa, segundo a Embratur, é que, em oito meses, Fortaleza esteja entre as cinco cidades de eventos no Brasil”. Ele lembra também que, conforme o ICCA (International Congress and Convention Association), Fortaleza é a segunda maior planta de eventos do Brasil.
Dimensão
O impacto econômico da Abad 2013 deve ser proporcional à dimensão do espaço físico utilizado no evento. Segundo José do Egito Frota Lopes Filho, presidente da Abad (Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores), “foi preciso juntar os dois pavilhões (do Centro de Eventos), construindo uma área de 1.500 metros quadrados (m²) entre eles, que além de ligar os dois lados também abrigará vários estandes. É como se tivéssemos construído um novo pavilhão”, explica. “Hoje (ontem), temos mais de 50 empresas montando estandes para a feira (no CEC). São aproximadamente 1.500 profissionais trabalhando na montagem. A maior parte desses serviços foi contratada aqui (na Capital). Isso é só uma amostra. Nossa estimativa é que entre 30% a 40% do que é investido para a montagem da feira fique no Ceará”, projeta José do Egito.
Scolari na abertura
Também está sendo montado no evento um auditório com capacidade para três mil pessoas e outro menor com 600 lugares. No teatro principal, será realizada a palestra inaugural da Abad 2013, com Luiz Felipe Scolari e Carlos Alberto Parreira, na segunda-feira (5), às 14h.
Área de convivência
Após duas licitações “desertas”, segundo o secretário de Turismo, para alocar empresas para a área de conveniência do CEC, a Setur decidiu convidar quatro empresas âncoras para iniciar o funcionamento da praça de alimentação, visando atender os visitantes dos eventos sediados pelo equipamento.
“Pela lei, estou autorizado a convidar empresas de acordo com o objeto licitado, já que ninguém se apresentou nas duas licitações. Inicialmente, queremos trazer um restaurante de boa qualidade e que tenha um serviço ágil; um café para lanches rápidos; uma loja de conveniência para quem quiser comprar um aparelho de barbear, por exemplo, ou quiser arrumar cabelo ou unhas para seu evento; e uma loja Ceart para divulgar e comercializar o artesanato cearense”, diz.
Expansão de 3,5%
O maior encontro de negócios do setor atacadista distribuidor na América Latina prevê crescimento real de 3,5% em 2013. O evento espera receber mais de 30 mil visitações de um público formado por proprietários, diretores e gestores de toda a cadeia de abastecimento. Os agentes de distribuição são responsáveis por abastecer mais de um milhão de pontos de venda nas cinco regiões do Brasil, com participação de 51,9% no mercado mercearil brasileiro.
A Abad 2013 Fortaleza funcionará nos seguintes dias e horários: dia 5 (15h30 às 22h), dias 6 e 7 (14h30 às 22h) e dia 8 (15h30 às 21h)
Agosto movimentado
Além da Abad Fortaleza 2013, o Centro de Eventos do Ceará vai receber, neste mês de agosto, outros sete eventos, que, somados à Abad, levarão um público de 100 mil pessoas ao equipamento, conforme estimativas da Setur. Na agenda, estão eventos como a Maquintex / Femicc Nordeste (de 15 a 19 de agosto) e o Seminário Fiec/CIC (nos dias 25 e 26), dentre outros.
Serviço

Abad Fortaleza 2013
Data: de 5 a 8 de agosto
Local: Centro de Eventos do Ceará (Av. Washington Soares, 999)
Informações e inscrições: http://www.abad2013fortaleza.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *