Hotéis em sintonia com o governo

[Por Mtur, 20/02/2013]
As entidades representantes da indústria de hotéis e a cúpula do Ministério do Turismo promoveram reunião de alinhamento para definir ações conjuntas e evitar a alta abusiva de preços durante os megaeventos. Os representantes do governo federal elencaram os investimentos públicos em infraestrutura, a desoneração tributária, as políticas estratégicas para o setor e afirmaram que os preços praticados serão monitorados. Os empresários reafirmaram o compromisso de adotarem um posicionamento de mercado com foco no longo prazo com tarifas adequadas.
“O MTur é parceiro do setor produtivo. Estamos trabalhando em parceria com as entidades representantes dos empresários para monitorar o mercado. Tarifas abusivas serão coibidas”, afirmou o secretário executivo do ministério do Turismo, Valdir Simão. Ele informou que o governo trabalha na melhoria do ambiente de negócios e está convicto de que os empresários adotarão uma atitude responsável ante os megaeventos. “Não podemos permitir que os nossos destinos sejam taxados de caros”, ponderou.
O presidente do Fórum de Operadores e Hoteleiros do Brasil (FOHB), Roberto Rotter, garantiu que o setor está afinado com o governo e não tem interesse em contribuir com qualquer prática abusiva. “Estamos investindo bilhões. Sabemos que o retorno vem no longo prazo e não em um único evento”, destacou. Os empresários foram chamados a aderir ao Sistema Brasileiro de Classificação dos Meios de Hospedagem (SBClass) e ao Registro Nacional de Hóspedes, que substitui o preenchimento manual das fichas nos check-in dos hotéis.
O encontro ocorreu durante o primeiro dia do 19º Workshop CVC, no Expocenter Norte, em São Paulo, e contou com a participação de representantes de todas as entidades da hotelaria. Além de Valdir Simão, também participaram os secretários nacionais de Programas de Desenvolvimento do Turismo e de Políticas de Turismo, Fábio Mota e Vinícius Lummertz.