A 500 dias da Copa de 2014, Fifa dá prazo final para estádios

[Por Mercado e Eventos, 29/01/2013]
Foi no dia 30 de outubro de 2007 que o Brasil descobriu que seria o país anfitrião da Copa do Mundo de Futebol de 2014. E, desde então, as 12 cidades-sede iniciaram um processo de transformação em sua infraestrutura. A bola vai rolar pela primeira vez em 12 de junho de 2014. Ou seja, começa a contagem regressiva para o evento: faltam 500 dias para que o apito do juiz sinalize o início dessa grande competição. Contudo, nem tudo é festa. Até agora, apenas dois estádios estão porntos: a Arena Castelão, em Fortaleza, e Mineirão, em Minas Gerais.
O secretário geral da Fifa, Jérôme Valcke, esteve em Brasília nesta segunda-feira (28/01) e, acompanhado de José Maria Marin, presidente da CBF, Aldo Rebelo, ministro do Esporte, além dos ex-jogadores Bebeto e Ronaldo, membros do Comitê Organizador Local (COL), realizou uma vistoria no Estádio Nacional Mané Garrincha. Na ocasião, ele deixou um recado bem claro ao governo federal.
“Agora estamos trabalhando com o prazo de meados de abril e não há possibilidade de ocorrer novo atraso. Este é último dos últimos prazos”, ressaltou. Todos os estádios da Copa das Confederações de 2013 deveriam ter sido entregues até dezembro do ano passado.
Veja abaixo mais informações da Copa de 2014:
Cidades sede: Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.
Slogan: A frase “Juntos num só ritmo” (All in one rhithym, em inglês) foi escolhida pela Fifa para ser o slogan oficial da Copa do Mundo 2014. O processo de escolha demorou 18 meses. Seis agências brasileiras pré-selecionadas fizeram 26 propostas de slogan, com uma versão local e outra internacional. De acordo com a Fifa, a frase selecionada representa a mentalidade que está por trás de todos os aspectos da organização do torneio.
Mascote: O tatu-bola foi o animal escolhido como mascote oficial da Copa do Mundo 2014. A ideia foi da ONG Associação Caatinga, que apresentou o projeto ao Ministério do Esporte e ao COl em fevereiro de 2012. O nome do mascote brasileiro também já foi selecionado e, dentre três nomes, Fuleco foi o vencedor. Ele conquistou 48% dos votos populares em uma enquete, aberta ao público, que estava hospedada no site da Fifa. Seus concorrentes Zuzeco e Amijubi ficaram com 31% e 21% dos votos, respectivamente. De acordo com a Fifa, o nome escolhido é uma junção das palavras futebol e ecologia. O tatu-bola chamado Fuleco agora integra o grupo de12 mascotes que, desde 1966, representam o país-sede.
Bola: Pela primeira vez, o nome da bola da Copa do Mundo foi escolhido pelos torcedores e Brazuca foi o nome vencedor, com 77,8% dos 1.119.539 votos registrados, superando os concorrentes Bossa Nova (14,6%) e Carnavalesca (7,6%). Em seu site oficial, a Fifa definiu Brazuca como um termo informal utilizado pelos brasileiros para descrever o orgulho nacional pelo estilo de vida do país.