​Amazonas vai receber R$ 14,5 mi do MTur para investimentos em infra

[Por Mercado e Eventos, 17/12/2012]
O Amazonas vai receber, por meio do Pacto pelo Desenvolvimento do Turismo, mais de R$ 14,5 milhões do Governo Federal para trabalhar a infraestrutura turística e de lazer do estado. A verba faz parte da primeira etapa do Pacto pelo Desenvolvimento do Turismo, que foi assinado pelo ministro do Turismo, Gastão Vieira, e governadores de 16 estados.
De acordo com a presidente da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), Oreni Braga, que representou o governador Omar Aziz na assinatura do Pacto, o Governo Federal vai investir mais de R$ 305 milhões em 16 estados.
A titular da Amazonastur disse ainda que a verba para o estado vai financiar as obras do novo estádio Ismael Benigno, a popular Colina, e também as obras de acessibilidade para a Copa do Mundo de Futebol de 2014. Para o novo estádio da Colina estão previstos cerca de R$ 10 milhões. “Já para o projeto de acessibilidade no Turismo o valor do investimento é de R$ 4,5 milhões”, afirmou Oreni.
O Projeto de Acessibilidade, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), visa dotar as ruas de rampas e calçadas adaptadas para o deficiente cadeirante, cego e idoso. Serão contempladas ruas do Centro Histórico de Manaus, pontos turísticos, culturais e o entorno da Arena da Amazônia, paradas de ônibus, entre outros.
Dentre outras obras importantes para a infraestrutura turística de Manaus está o Centro de Convenções do Amazonas (CCA), equipamento que já foi requisitado pela FIFA para ser usado durante a Copa do Mundo de 2014. “Estamos ainda buscando recursos para a segunda etapa do projeto de sinalização turística e também para a implantação de novos Centros de Atendimento ao Turista, que vão funcionar em trailer”, informou Oreni.
A liberação da verba do Pacto, segundo Oreni Braga, sinaliza que o Governo Federal está preocupado em preparar as cidades para a Copa do Mundo e principalmente para o Turismo, atividade que vai sofrer o maior impacto com o mundial de futebol. “Vamos ter um salto gigantesco no setor nos próximos anos, por isso, essa verba é importante para nos ajudar a repaginar o nosso destino e graças a articulação do governador Omar Aziz o Amazonas foi incluído nesta primeira etapa do Pacto”, completou.