MTur destina R$ 65,4 milhões para Copa das Confederações

[Por MTur, 19/11/2012]
O montante será direcionado para obras turísticas em seis cidades-sede, entre elas, Brasília, que fará a abertura dos jogos
As cidades do Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Fortaleza (CE), Brasília (DF), Salvador (BA) e Recife (PE) foram escolhidas para sediar a Copa das Confederações 2013, que será disputada entre os dias 15 e 30 de junho de 2013. O anúncio foi feito no início deste mês pela FIFA.
Ao todo, serão disponibilizados 830 mil ingressos para as 16 partidas que, além do Brasil, vão contar com a participação de sete seleções. Espanha, Itália, Uruguai, México, Japão e Taiti já garantiram vaga. O representante do continente africano ainda será definido.
Como anfitrião, o Brasil se prepara para receber as delegações esportivas, a imprensa mundial e os turistas que acompanharão o evento. O Ministério do Turismo inicia hoje (19) uma série de reportagens sobre os recursos que estão sendo empregados no setor para que o país realize uma grande competição. Ao todo, a pasta investirá R$ 65,4 milhões nas áreas de sinalização turística, acessibilidade e de atendimento aos turistas nas seis cidades escolhidas.
Capital federal e sede dos jogos
Brasília será a porta de entrada da Copa das Confederações 2013. A capital foi escolhida para a abertura da competição, no dia 15 de junho, que acontecerá no Estádio Nacional Mané Garrincha.
O Ministério do Turismo destinou R$ 3,4 milhões para financiar importantes obras de sinalização turística e de acessibilidade nos principais atrativos turísticos da cidade. Entre eles, a Torre de TV e a Torre Digital, Catedral, Praça dos Três Poderes, Palácio do Planalto, Palácio do Itamaraty e Catetinho.
“Brasília tem um grande potencial turístico e possui condições para ampliar esse fluxo. Estamos investindo para dinamizar o setor e oferecer condições para que o turista venha, aproveite, e volte para casa com o desejo de retornar”, afirma o ministro do Turismo, Gastão Vieira.
O secretário Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo da pasta, Fábio Mota, acredita que os investimentos na capital vão colocar Brasília em um novo patamar no turismo nacional. “Parte dos recursos também será empregada para a aquisição de duas unidades móveis para atendimento aos turistas da cidade”, afirma.
As obras de infraestrutura na capital federal devem ter início no próximo mês, com previsão de término em maio de 2013.