Natal capta dois eventos científicos internacionais

[Por Panrotas, 03/09/2012]
O Natal Convention & Visitors Bureau capta mais dois eventos internacionais: o 13º International Global Atmospheric Chemistry (IGAC) e o International Commission on Atmospheric Chemistry and Global Pollution (ICACGP). Realizados pela primeira vez na América do Sul, a conferência IGAC e o simpósio ICACGP – ambos na 13ª edição – figuram entre os principais eventos do setor no mundo e acontecerão simultaneamente.
As convenções serão realizadas em 2014 e reunirão pesquisadores, professores e alunos de pós-graduação das áreas de interesse. Os debates terão foco em temas relacionados à química da atmosfera, poluição, efeitos do clima e ciências climáticas.
Para o diretor-presidente executivo do Natal CVB, George Costa, a captação de mais dois eventos relevantes mostra que o destino se consolida cada vez mais no segmento Mice (Meetings, Incentives, Conventions and Exhibitions) no Brasil. Natal disputou os eventos com Colorado (EUA).
“Estamos aumentando nossa participação no mercado de eventos internacionais. Com isso, cresce a nossa responsabilidade enquanto destino, porque somos vitrine para o mundo. Após a captação, o foco é encantar o congressista para que ele seja um divulgador do nosso produto e, consequentemente, um futuro turista de lazer”, aponta George.
Para a coordenadora da comissão organizadora dos eventos no Brasil, Judith Hoelzemann, o crescimento da comunidade acadêmica da região, especialmente no Brasil, e o potencial de Natal para sediar eventos, com destaque para a hotelaria e o centro de convenções, foram determinantes para a escolha da cidade.
“A realização desses eventos em Natal permitirá a ampliação da participação da comunidade de ciências climáticas no Nordeste, como também fortalecerá a recém-criada pós-graduação em Ciências Climáticas da UFRN”, aponta Judith.
A capital potiguar ocupa atualmente a décima posição entre as cidades do Brasil que mais sediam eventos internacionais, de acordo com pesquisa da Embratur baseada no relatório anual da Icca de 2011.