Programa Pró-Hotéis será apresentado durante 54º Conotel

[Por Brasilturis, 16/07/2012]
Durante o Conotel, que acontecerá de 26 a 28 desde mês, em São Paulo, hoteleiros de todo o Brasil vão ter a oportunidade de conhecer o Programa Pró-Hotéis e encontrar alternativas para reduzir os gastos com energia. Lançado oficialmente em novembro do ano passado, durante o Conotel, o Programa Pró-Hotéis já chegou a 100 hotéis de todo o Brasil. São estabelecimentos em busca de redução de custos através de eficiência energética.
Hoje já se sabe que os gastos com energia (eletricidade, água, combustível e gás), quando não ocupam o primeiro lugar, ficam entre as maiores despesas de um hotel, e a simples possibilidade de reduzir estes gastos, investindo apenas o valor economizado, é perfeita para o hoteleiro. “A proposta do Programa Pró-Hotéis vai bem de encontro ao tema do Conotel, pois A Hotelaria que queremos para o Brasil passa pela eficiência energética inevitavelmente”, disse o diretor do programa, Rodrigo Aguiar. As reduções de custo podem chegar a 80% do valor gasto.
Com um conceito único, o Programa Pró-Hotéis reúne parceiros e oferece a solução em eficiência energética. Sempre buscando aquilo que é simples. “Em um pré-diagnóstico podemos observar quanto é gasto, por exemplo, de energia elétrica com o sistema de ar condicionado e buscar soluções que representem redução”, explica Aguiar. A instalação de um novo sistema, aquele que for definido pelo hoteleiro, ficará a cargo de parceiros do programa, cujos orçamentos serão devidamente aprovados. Para viabilizar os investimentos, o programa tem apoio do Banco Mundial (IFC – Internacional Finance Corporation) e parceria com bancos como o Santander. A ideia é que o hoteleiro não precise colocar a mão no bolso para desenvolver o projeto, mas possa ir pagando com aquilo que economiza na conta de água, energia elétrica ou gás.
Como estratégia para chegar aos hoteleiros, o Programa Pró-Hotéis também estabeleceu parcerias institucionais com entidades como: FBHA (Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação), ABIH (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis) e FOHB (Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil).