Festas continuam dando alegrias e bons lucros

[Por O Dia Online, 24/01/2012]
Um dos mercados que mais crescem no País, e em especial no Rio de Janeiro, é o de eventos e festas. A realização da Copa do Mundo e da Olimpíada tem atraído uma série de investimentos para o setor de entretenimento.
Mas as festas sociais, com destaque para as de casamento, continuam na ordem do dia. Elas movimentam centenas de fornecedores e serviços, aquecendo ainda mais a economia local.
Segundo a Federação Brasileira de Convention & Visitors Bureaux, somente no ano de 2010, o setor de eventos e festas movimentou mais de R$ 30 bilhões. O mercado de casamentos é apontado com um dos mais importantes do setor.
Foto: Fernando Souza / Agência O Dia
Marcília Costa diz que o aluguel de roupas de gala continua na moda | Foto: Fernando Souza / Agência O Dia
Os matrimônios representam um investimento anual médio de R$ 88 milhões, considerados apenas os casamentos realizados por casais das classes A e B. Outras festas sociais também ajudam a aquecer o mercado: bodas, formaturas, debutantes e reuniões empresariais.
Numa rápida pesquisa na Internet, é possível identificar mais de uma dezena de lojas para locação e venda de roupas de gala. O setor agrega ainda cabeleireiros, maquiadores, fotógrafos, cinegrafistas, DJs, serviço de bufê, floriculturas, casas de festas adultas e infantis, motoristas e segurança, entre outros prestadores de serviços.
Marcília Costa, gerente de Festas da Tutti Sposa, especializada em roupas de festas, diz que o segmento é dinâmico e forte. “Festas sociais, principalmente casamentos, continuam na moda”. afirma.
Mercado aquecido garante negócios e boas previsões
O mercado de eventos e festas costuma oscilar com o ritmo econômico. As perspectivas de crescimento da economia brasileira servem como combustível para novos negócios. De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Eventos, pequenos e médios empreendedores representam 90% do setor.
Conforme uma cartilha do Sebrae-Rio, a organização, a produção e a promoção de eventos permitem ampla atuação. A empresa que oferece esse serviço precisa dispor de uma estrutura que possibilite todas as ações de planejamento, execução e acompanhamento de um evento, independentemente do porte.
O público consumidor é caracterizado por empresas que precisam dos serviços para lançamentos de novos produtos, apresentação para acionistas, festas de confraternização, etc.
NÃO REPETIR O VESTIDO
Há 15 anos no Rio de Janeiro, a loja Tutti Sposa ocupa cinco sobrados na Tijuca para atender a clientela, conforme o evento: ateliê da noiva e de debutantes, ateliê de festas, locação de roupas. “Atendemos de todo o Brasil. A locação de vestidos de gala é muito forte, pois a mulher não quer repetir o vestido nunca”, explica a gerente de Festa da loja, Marcília Costa.
Segundo ela, o acervo da loja conta com três mil peças femininas, e certas locações de roupas são feitas com seis meses de antecedência. O aluguel de um vestido de noiva gira em torno de R$ 2 mil e o de madrinha, em cerca de R$ 350. A túnica (traje completo para o noivo) tem o preço médio de R$ 600 na Tutti Sposa.
Também na Tijuca, a Instinto Elegante atua no segmento de locação e confecção de roupas de festa. Com o mercado aquecido, os proprietários criaram um espaço dedicado à preparação da noiva no dia do casamento.
“É uma clínica de beleza, onde ela recebe massagem, prepara a maquiagem e sai vestida direto para a igreja”, explica o responsável pelo atendimento, André Rangel.
Verão esquenta ainda mais o mercado das festas no Rio
O verão carioca definitivamente é a estação dos grandes eventos. Tem festa para todos os gostos: moderna, fashion, retrô, brega, black… Elas confere-m um charme a mais às noites quentes do Rio, trazendo além de música, muita diversão para muita gente.
No Jockey Club da Gávea, por exemplo, a cada fim de semana, cerca de cinco mil pessoas se espalham pelos ambientes da Rider Weekends. Ela reúne as festas mais badaladas da cidade, além de shows com alguns dos principais artistas nacionais.
Das passarelas para a noite, a festa ‘Auslander’há tempos dá o que falar muito além do mundo da moda. Na sexta-feira, ela estará no Jockey Club.
Grandes eventos, como o Rider Weekends, reúnem uma série de fornecedores e pessoal terceirizado. E eles devem estar preparados para trabalhar quase todos os fins de semana. Os orçamentos dos empreendedores devem ser criativos para atender à demanda e oferecer o que o público deseja.
Trilha sonora de acordo com o contratante
Jornalista e DJ, Val Becker aposta num repertório eclético na hora de produzir a trilha sonora para as festas e eventos em que é contratada. Coordenadora da rádio online Graviola (www.radiograviola.com.br), ela diz que as músicas devem se parecer com o perfil das pessoas e o clima de cada festa.
Ela gosta de passear pelo choro, samba, jazz, clássicos do rock e trilhas de filmes, entre outros. “Mas sempre toco a música toda e como ela é, sem remixes”, diz a discotecária.
Fotógrafo profissional especializado em casamentos, Thiago Cortês resolveu ir além da cerimônia e criou uma proposta diferente: fotografar a noiva dias depois da cerimônia em lugares inusitados, aplicando o fotojornalismo em seus trabalhos.
O profissional adotou o estilo ‘trash the dress’, no qual a noiva volta a usar o vestido dias após a cerimônia para uma sessão de fotos artística, em lugares pitorescos. “O propósito é realizar um ensaio diferenciado, em cenários que contrastam com os elegantes trajes escolhidos para o casamento”, diz Côrtes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *