Embratur promove o Brasil durante Jogos Pan-Americanos

[Por Mercado e Eventos, 17/10/2011]
Para aproveitar a grande exposição na mídia e a circulação de turistas estrangeiros em Guadalajara, no México, durante os Jogos Pan-Americanos, a Embratur irá para promover o Brasil como destino turístico e sede de grandes eventos esportivos. “Nossas ações estão voltadas para atrair a atenção da imprensa de todo o mundo e que está cobrindo o evento, além de apresentar aos apaixonados pelo esporte o país como sede da Copa do Mundo FIFA 2014 e dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016”, explicou o presidente da Embratur, Flávio Dino.
Amanhã, no dia 18 de outubro, a Embratur realizará um evento para lançar a Revista Aquarela. A publicação foi criada especialmente para a ocasião e abordará as 12 cidades-sede da Copa e seus arredores. O lançamento reunirá 300 jornalistas internacionais e formadores de opinião em um evento exclusivo sobre o Brasil. Durante a festa, quatro artistas fazem caricaturas dos convidados utilizando a técnica de aquarela. Quem participar da ação poderá ter uma revista personalizada.
O local do evento foi especialmente projetado para mostrar a diversidade do Brasil para os convidados, por meio das imagens, música e gastronomia. Além de cenários, os jornalistas e formadores de opinião de todo o mundo assistirão ao show da cantora Bebel Gilberto, além de experimentarem um menu elaborado exclusivamente para o evento. Ingredientes regionais, nomes temáticos proporcionarão uma viagem gastronômica pelo país.
Entre os dias 18 de outubro e 1º de novembro, o Instituto irá distribuir a Revista Aquarela nas salas de embarque do aeroporto internacional. Flávio Dino explica que o conteúdo da publicação foi organizado em cinco capítulos principais, a partir dos segmentos turísticos estabelecidos pelo Plano Aquarela: Esportes, Sol e Praia, Ecoturismo e Aventura, Cultura e Negócios e Eventos. A revista irá trazer um conteúdo que fortaleça a imagem do país de acordo com essa nova percepção de mistura de raças, culturas e cores.
Para o presidente da Embratur, a realização de grandes eventos esportivos se apresenta como uma oportunidade múltipla e única para as autoridades e para o povo brasileiro. Flávio Dino acredita que a possibilidade de sediar competições esportivas mais relevantes da atualidade significa, por si só, uma chance ímpar de desenvolver a economia do Brasil de forma exponencial, em setores como infraestrutura e turismo.
Durante o mês da Copa do Mundo da FIFA 2014, chegarão ao Brasil cerca de 600 mil fanáticos por futebol de todo o mundo, considerando apenas os 30 dias de jogos. A expectativa é que 25% dos turistas que venham para a Copa visitem outro destino turístico no país. Para o ano de 2014, a previsão é de que 7,2 milhões de turistas entrem no Brasil, já computados os turistas da Copa.
Já para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos do Rio de Janeiro em 2016, outros 380 mil visitantes deverão visitar o Brasil. A previsão é de que o aumento no número de turistas estrangeiros no Brasil em 2016, ano da realização dos Jogos, seja 11% superior ao que será registrado no ano anterior (2015).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *