Abracorp movimenta mais de R$4 bilhões e anuncia novo diretor executivo

[Por Mercado e Eventos, 25/08/2011]
Nesta quinta-feira, 25/08, a Abracorp (Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas) divulgou o balanço do mercado de viagens corporativas do primeiro semestre e 2011, com os principais indicativos de vendas em números absolutos e porcentagens.
Presente na coletiva de imprensa, o presidente do Conselho de Administração da Abracorp, Francisco Leme, anunciou o novo diretor executivo da entidade, o economista José Marques de Lima. “Com muito orgulho e satisfação que apresentamos José Marques, que dará início à sua nova função a partir do dia primeiro de setembro”, afirmou Leme. Sobre a nova função, Lima acredita que o principal desafio será o fortalecimento da instituição: “Fortalecimento significa trabalhar a preparação e capacitação de nossos associados”. O novo diretor também afirmou que a Abracorp está com muitos projetos em andamento e que alguns serão priorizados, sem adiantar, no entanto, quais.
Em relação a divulgação do levantamento semestral, que em breve será disponibilizado no site da Associação (www.abracorp.org.br), um dos destaques foi a movimentação recorde atingida pelos seus 27 associados, que foi neste primeiro semestre de mais de R$ 4 bilhões em todos os segmentos de atuação. Além disso, outro destaque foi no setor de “Eventos Internacionais”, que registrou o maior índice de crescimento, de 128%. Em seguida, no mercado nacional, a “Locação de Automóveis”, que registrou aumento de 59% e “Reservas de hospedagens”, com crescimento de 44%.
Dentre as companhias aéreas brasileiras que mais cresceram em vendas para agências da Abracorp, Avianca, Azul e Trip, foram nesta ordem as que mais cresceram, com aumento respectivamente de 133%, 41% e 33%. Em relação a voos internacionais a Tam domina a participação de vendas da Abracorp com 17%, seguida de American Airlines com 10,5% e Air France com 9,15%. Sobre a quantidade de bilhetes aéreos emitidos, houve crescimento de 6% nas viagens domésticas e 9% para viagens com destinos internacionais.
Na ocasião também foi apresentado o apoio da Abracorp, assim como da Abav/SP, Aviesp e Sindetur-SP, ao Manifesto Conjunto que resultou na sentença proferida esta semana no Pará que limita a 10% do valor do bilhete a multa exigida pelas transportadoras aéreas nacionais. O documento é contrário a cobrança de taxas que excedem os limites legais por remarcações ou cancelamento de passagens, além disso, ele é também contrário à omissão da Anac em não fiscalizar.
Há a expectativa que o Ministério Público de São Paulo também ingresse com ação contra as companhias. Cabe recurso. Eduardo Nascimento, presidente do Sindetur-SP comentou a iniciativa. “Eu acho que o manifesto diz tudo, pois levou-se em consideração tudo o que tem ocorrido no mercado e há o enquadramento da Anac. A grande maioria dos turistas sofre todo dia, recebemos muitas reclamações. Há ainda multa para a Anac se ela não se manifestar e a sentença tem efeito retroativo”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *