Embratur: apoio em eventos vai trazer R$ 330 mi ao País

[Por  Panrotas, 16/01/2017]
Desde 2003, a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) investe no Programa de Apoio à Captação e Promoção de Eventos Internacionais, projeto que incentiva cidades brasileiras a se candidatarem como sede de encontros globais. Segundo o órgão, somente as ações tomadas em 2016 possibilitarão a entrada de mais de R$ 330 milhões na economia brasileira, até o ano de 2025.
A Embratur realizou 31 ações de apoio à captação de eventos, tendo como resultado uma expectativa de 26 mil pessoas participando de encontros no Brasil até 2025. Isso geraria uma entrada de R$ 193 milhões na economia do País, segundo cálculo da entidade. Ainda em 2016, o órgão promoveu 14 eventos que ocorrerão em terras brasileiras, prevendo com eles a vinda de 18 mil turistas internacionais até 2019 e gerando uma renda de aproximadamente R$ 143 milhões.
Nos próximos anos, a entidade tem como objetivo investir ainda mais nos viajantes à negócios no Brasil, que segundo pesquisa realizada em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, têm um gasto médio diário de US$ 329,39: “A partir de 2017, a Embratur pretende ampliar esse investimento, apoiando todo o setor do turismo corporativo e de incentivo. Com isso, o número de visitantes estrangeiros que vêm ao Brasil a negócios irá aumentar, assim como a movimentação financeira no País”, afirmou Vinicius Lummertz, presidente da Embratur, lembrando que em 2016 a entidade apoiou apenas os eventos de entidades associativas.
Alcançando a posição de 11º país que mais recebe eventos internacionais, além da segunda colocação no continente americano, atrás apenas dos EUA, o Brasil realizou 292 eventos em 2015, segundo a ICCA. O número representa um crescimento de 370% nos 12 anos da política de incentivo da Embratur, que busca sensibilizar e mobilizar cada vez mais a cadeia produtiva do turismo Mice no País (Meetings, Incentives, Conferences and Events).