Fórum de Entidades do Setor de Eventos tem programação definida

No próximo dia 12 de julho, das 8h30 às 13h30, na sede da Fecomércio, em São Paulo, 12 entidades do setor de eventos se encontrarão para debater seu papel estratégico-político e o impacto da cadeia de eventos nos negócios e na economia do país. Entre os objetivos, levantar os gargalos e necessidades do setor e definir ações junto ao mercado e aos governos federal, estadual e municipal.
O primeiro encontro do Fórum será exclusivo para dois representantes de cada uma das 12 entidades convidadas: Associação Brasileira de Empresas de Eventos (ABEOC), Academia Brasileira de Eventos, Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Associação Brasileira de Resorts (ABR), Associação Brasileira de Centro de Convenções e Feiras (ABRACCEF), Associação de Marketing Promocional (AMPRO), Confederação Brasileira de Convention & Visitors Bureaux (CBC&VB), União Brasileira de Promotores de Feiras (UBRAFE), Associação Brasileira de Festas (ABRAFESTA), Associação Brasileira de Eventos Corporativos (ABGEV), Comitê Nacional de Cerimonial e Protocolo (CNCP) e Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA).
“Este primeiro encontro será uma oficina de trabalho para buscar meios de fortalecer o mercado e desenvolver ações comuns”, explica a presidente da ABEOC, Anita Pires. “É uma iniciativa que está agradando, pois vai permitir às entidades criarem formas de decidirem juntas neste momento importante para o país, com o setor de eventos aquecido devido ao crescimento do mercado interno e aos megaeventos Copa do Mundo e Jogos Olímpicos”, acrescenta.
A metodologia do primeiro encontro do Fórum de Entidades do Setor de Eventos foi planejada pela consultora Dulce Magalhães para que seja possível sair do encontro com metas e ações claras e objetivas.
O Fórum começará com breve fala de abertura da presidente da ABEOC, Anita Pires, seguida por apresentação dos participantes. Haverá uma palestra dinâmica com o título “Ciclos do mercado e os paradigmas do momento”, discussão para a formação de um pacto coletivo, conclusão e síntese, com a redação do Pacto do Fórum de Entidades do Setor de Eventos e definição do cronograma das próximas reuniões.