UFI Latam Conference reconecta a indústria de eventos da América Latina com participação da ABEOC Brasil

Durante três dias, de 10 a 12 de agosto, a UFI Latam Conference 2021 reconectou o trade da indústria de exposições, afetada pela pandemia em toda a América Latina. Liderado por Ana-Maria Arango, diretora regional da UFI para a AL, o evento, exclusivamente digital, ofereceu aos participantes uma mistura de sessões de apresentação e conteúdo especializado, bem como oportunidades de networking, matchmaking e desenvolvimento de negócios.

 

Aberta a todos os profissionais da indústria, a conferência contou com a presença de 200 representantes da indústria de exposições de 35 países e traduções simultâneas em espanhol, inglês e português e permitiu que os delegados se relacionassem frente a frente e pudessem continuar as discussões entre as palestras.

O evento foi realizado em Bogotá e teve a participação de vários palestrantes focados na nova realidade

Andrés López Valderrama, presidente executivo da Corferias, falou sobre as novas competências que as empresas devem abraçar para responder às crises e às mudanças neste momento de incertezas. Para ele, as principais prioridades são gestão de talentos, saúde mental e foco e retenção do cliente, bem como oportunidades para ajudar as organizações a responder a qualquer ameaça futura ou mudança no ecossistema.

A conferência forneceu atualizações sobre a reabertura da região, com alguns países já em funcionamento e outros lutando para garantir uma ‘data de início’. A presidente da ABEOC Brasil participou desse panorama apresentando a realidade brasileira. “Essa foi uma conferência que muito nos engrandeceu, tanto pela importância dada à ABEOC como representante do setor no Brasil, como pela possibilidade de apreendermos outras realidades próximas a nós e as soluções que vêm sendo implementadas para a retomada da indústria de exibições”, avaliou Fátima Facuri.

A UFI acrescentou que as exposições são o caminho mais rápido para a recuperação econômica e que o reconhecimento e o apoio do governo são essenciais. Arango da UFI concluiu: “Claro, teríamos preferido nos encontrar pessoalmente, mas a conferência deste ano ofereceu resultados positivos em termos de lições aprendidas e uma visão do que está por vir. Em nome da equipe UFI, quero agradecer aos palestrantes e membros do painel por fornecerem um conteúdo tão atraente e valioso.”