Turistas que chegam ao Ceará precisarão estar vacinados ou apresentar teste de Covid

Viajantes que desembarcam no Aeroporto Internacional de Fortaleza terão que comprovar vacinação completa contra Covid-19 ou apresentar teste negativo feito em até 72 horas do voo. A decisão é da Justiça federal que atendeu um pedido do próprio governo do Ceará para turistas que visitam o estado. A ideia da gestão é barrar o crescimento da variante delta no estado, cujo número de registros já alcançou os 15 casos, na última sexta-feira (6).

 

Com a decisão, só podem embarcar em voos para o Ceará e desembarcar no estado: passageiros com comprovante de vacinação atestando a integralização do ciclo de imunização, com a aplicação das duas doses ou dose única, a depender das especificações do imunizante utilizado;e passageiros com resultado negativo de exame de antígeno ou RT-PCR realizado em até 72h antes do horário do voo.

 

O governador Camilo Santana  afirmou que a decisão é “muito positiva” e “importante” para o estado. “Queremos muito que os viajantes venham ao Ceará, mas queremos que as pessoas, por precaução, apresentem os testes negativos antes de chegar ao nosso estado exatamente pra evitar a propagação do vírus no nosso estado. É uma decisão muito positiva, considero importante para o Ceará”, disse.

 

A decisão acontece menos dois meses para o início da Abav Expo 2021, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, entre os dias 6 e 8 de outubro, o que pode acarretar em um maior custo operacional aos participantes justamente por conta do preço dos testes de Covid-19, já que boa parte da população ainda não está totalmente vacinada. No mesmo mês, acontece o Brazil Travel Market 2021, mais precisamente nos dias 22 e 23 de outubro.

 

Fonte: Mercado & Eventos/G1