Jogos Olímpicos de Tóquio não terão presença de público

Os Jogos Olímpicos de Tóquio, que começam no dia 23 de julho, não terão espectadores, por conta do Japão ter declarado estado de emergência a cerca de duas semanas do início do evento. O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, disse nesta quinta-feira (8) que é essencial evitar que Tóquio, onde a variante altamente infecciosa Delta da Covid-19 está se espalhando, se torne fonte de outra onda de infecções.

 

Os locais fora da grande área metropolitana de Tóquio podem permitir um número limitado de espectadores, e a política para os eventos paralímpicos será decidida no próximo mês, disse o governo. “É lamentável que estejamos realizando os Jogos em um formato muito limitado, enfrentando a disseminação de infecções por coronavírus”, disse o presidente da Tóquio-2020, Seiko Hashimotos. “Sinto muito por aqueles que compraram ingressos e todos nas áreas locais”.

 

As prefeituras de Kanagawa, Saitama e Chiba, vizinhas de Tóquio, também não permitirão espectadores em seus eventos olímpicos, disse o governo. Especialistas médicos dizem há semanas que não ter espectadores na Olimpíada seria a opção menos arriscada em meio aos temores públicos de que a chegada de milhares de atletas e autoridades desencadeará uma nova onda de infecções. O revezamento da tocha foi reduzido ou retirado das vias públicas e os eventos promocionais cancelados

 

Fonte: Mercado & Eventos