Curitiba e Pernambuco aumentam capacidade máxima permitida em eventos

A cidade de Curitiba e o estado de Pernambuco trouxeram nesta semana novidades em relação à capacidade máxima permitida em eventos.

A prefeitura de Curitiba anunciou a prorrogação da bandeira amarela, mas liberou o funcionamento de atividades sem restrição de horário e determinou o fim do toque de recolher na cidade.

Conforme estipulado pela administração municipal, o novo decreto também aumenta a capacidade máxima permitida em eventos para 300 pessoas. Antes, o máximo estipulado era de 50 participantes.

Seguem suspensos estabelecimentos destinados ao entretenimento, tais como casas de shows, casas noturnas e atividades correlatas; eventos esportivos com público externo; reuniões com mais de 300 (trezentas) pessoas, incluindo comemorações, confraternizações e encontros familiares, em espaços localizados em bens públicos ou privados;

 

Atividades que podem funcionar:

Feiras de artesanato, teatros, cinemas, museus e circos;

Casas de festas e de recepções, incluídas aquelas com serviços de buffet, e salões de festas em clubes sociais e condomínios: autorizado até 300 (trezentos) convidados, desde que seja respeitada a capacidade de ocupação de 50% da capacidade do local;

Eventos corporativos, de interesse profissional, técnico e/ou científico, como jornadas, seminários, simpósios, workshops, cursos, convenções, fóruns e rodadas de negócios: autorizado até 300 (trezentos) participantes, desde que seja respeitada a capacidade de ocupação de 50% da capacidade do local;

Mostras comerciais, feirões e feiras de varejo;

 

PERNAMBUCO

O governo de Pernambuco anunciou que a partir de segunda (2), bares e restaurantes terão o horário de funcionamento ampliado até a meia-noite.

Além disso, o número de pessoas em eventos corporativos vai passar de 100 para 200 pessoas ou 50% da capacidade do espaço – o que for menor.

Também serão ampliados os horários de atividades esportivas e o período de funcionamento e capacidade dos cinemas e teatros.

Os avanços foram anunciados em coletiva, pela internet, pelo secretário estadual de Saúde, André Longo, e pela secretária-executiva do Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça.

 

Fonte: Portal Radar