Alagoas, Maranhão, Bahia, Foz do Iguaçu e Palmas trazem liberações para eventos

Os estados do Maranhão, Bahia, Alagoas, bem como as cidades de Foz do Iguaçu (PR) e Palmas (TO) anunciaram na última semana novidades para o setor de eventos.

A Prefeitura de Palmas realizou na última sexta-feira (9) flexibilizações mais amplas nos decretos com as medidas de combate ao coronavírus desde o começo do ano.

Entre as principais mudanças, estão a permissão para a realização de eventos com até 200 pessoas, respeitando o limite de 50% da capacidade de cada estabelecimento.

O decreto, que entrou em vigor ontem (12), estabelece que os eventos devem obedecer às regras previstas nos arts. 4° e 5° do Decreto n° 1.959, de 29 de outubro de 2020 e demais regras sanitárias específicas.

Também na última sexta a Prefeitura de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, divulgou o plano de retomada para a realização de grandes eventos a partir de agosto.

De acordo com a prefeitura, os eventos corporativos, sociais, esportivos e culturais serão retomados de forma gradual, seguindo o cronograma da vacinação contra a Covid-19 e conforme a situação epidemiológica.

 

Calendário de retomada em Foz:

Eventos sociais

De 16 a 31 de julho: Se o cenário epidemiológico permitir, até 100 convidados;

A partir de 1º de agosto: Se o cenário epidemiológico permitir, até 200 convidados;

A partir de 1º de setembro: Se o cenário epidemiológico permitir, até 300 convidados;

De 1º a 31 de outubro: Se o cenário epidemiológico permitir, até 400 convidados;

*Em todos os casos é proibida a realização em bailes e/ou pista de dança.

 

Eventos corporativos

A partir de 1º de agosto: Se o cenário epidemiológico permitir, até 500 convidados

A partir de 1º de setembro: Se o cenário epidemiológico permitir, até 800 convidados

A partir de 1º de outubro: Se o cenário epidemiológico permitir, até 1.000 convidados

A partir de 1º de novembro: Se a cobertura vacinal do município estiver acima de 70% e, se o cenário epidemiológico permitir, ficam liberados os eventos corporativos, independente do número de convidados, desde que respeitada a capacidade máxima de 70% dos espaços.

 

Na Bahia o toque de recolher foi prorrogado até o dia 23 de julho com uma alteração: passa a valer de 0h até as 5h em todo o estado.

Desde sexta-feira (9), além do toque de recolher, o decreto do estado autoriza a realização de eventos e atividades com público até 100 pessoas.

A partir do dia 15 de julho, os eventos com até 200 pessoas poderão ocorrer somente nos municípios integrantes de região de saúde em que a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19 se mantenha, por cinco dias consecutivos, igual ou inferior a 60%.

De acordo com o governo, os shows e festas, públicas ou privadas, independentemente do número de participantes, continuam proibidos até 23 de julho.

No Maranhão o governador Flávio Dino anunciou em entrevista coletiva que prorrogou as medidas preventivas vigentes no estado de 13 a 19 de julho.

Eventos com até 150 pessoas sendo realizados até meia-noite, estão novamente permitidos.

Em Alagoas, com todos os municípios do estado na fase laranja, o governo autorizou novamente abertura de cinemas, ampliação do horário de bares e restaurantes aos fins de semana e autorizou, ainda com algumas restrições, a retomada de eventos.

O decreto anunciado na sexta entrou em vigor nesta segunda-feira (12) e passou a liberar eventos sociais, corporativos e celebrações. Estão autorizados, mas somente aqueles sem venda de ingressos e que sejam limitados a 100 pessoas (ao ar livre) ou a 50 pessoas (em locais fechados).

 

Fonte: Portal Radar