Portaria com normas para a realização de eventos deve ser revista pela Prefeitura de São Paulo

Executivos de associações e de empresas do setor de feiras de negócios e eventos solicitaram junto aos vereadores da cidade de São Paulo a atualização e adequações na portaria municipal 1.041/2020, que trata da retomada dos eventos na cidade.

O pedido foi feito nesta terça-feira (4), em reunião virtual da Comissão Extraordinária de Apoio ao Desenvolvimento do Turismo, do Lazer e da Gastronomia da Câmara dos Vereadores.

Simone de Melo Lins, consultora da Comissão, elaborou um quadro comparativo com as propostas do setor e os termos vigentes da portaria, que será enviado para o Poder Executivo como sugestão de alterações.

O chefe de gabinete da SEME, Carlos Vianna, disse que está disposto a discutir caminhos que conjuntamente vão trabalhar para realizar o melhor para São Paulo, e que está aberto a dialogar para levar em conta os pontos levantados pelo setor.

A Secretaria Executiva de Lazer dentro da SEME, Vicente Rosália, também ressaltou a importância do diálogo para atender às mudanças na portaria de forma a somar com o trabalho do setor e da Câmara.

O diretor-executivo da ABRACE (Associação Brasileira de Cenografia e Estandes) e consultor, Paulo Passos, reforçou a necessidade de fazer a classificação correta de quais tipos de eventos estarão a cargo da Secretaria Executiva de Lazer e que poderão retomar atividades, com suas corretas nomenclaturas e características.

Também fizeram observações e sugestões sobre o tema o vereador e presidente da Comissão, Ricardo Goulart, Malu Sevieri, diretora da Emme Brasil, e Armando Arruda, representando o SINDIPROM-SP.

Goulart também apresentou um requerimento que será enviado ao Poder Executivo pedindo uma revisão urgente da portaria municipal 1.041/2020.

A portaria pode ser vista em http://legislacao.prefeitura.sp.gov.br/leis/portaria-prefeito-pref-1041-de-2-de-outubro-de-2020

 

Fonte: Portal Radar