WTTC World Summit em Cancun deve impulsionar recuperação do Turismo

O WTTC World Summit será o primeiro grande evento do setor de turismo deste ano e, sob o lema “Unindo o Mundo pela Recuperação”, se tornará a plataforma para promover a recuperação do setor , que foi gravemente prejudicado pelos efeitos da pandemia COVID-19 na economia internacional.

Em nota o WTTC informa que o encontro global será realizado de 25 a 27 de abril em Cancún, Quintana Roo, e demonstrará como as coisas podem ser bem feitas, sob rígidos padrões de biossegurança para a proteção da saúde dos participantes no local.

O encontro global será realizado de forma híbrida em duas vertentes: com 600 delegados presenciais e mais de 30 mil remotamente, por meio de plataforma digital.

Está confirmada a participação de Juan Manuel Santos, ex-presidente da Colômbia e ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 2016, além de CEOs de empresas (Carnival Corporation, Hilton, Marriot, Meliá e Internova, entre muitas outras), governantes, ministros relações exteriores e turismo, e mais de 100 oradores de primeira linha de países como Estados Unidos, França, Espanha, Portugal, Grécia, Peru e Arábia Saudita, para citar apenas alguns.

 

Hora do trabalho em conjunto

“Hoje, mais do que nunca, a realização da Cúpula Mundial de Viagens e Turismo em Cancún é de grande importância, pois será a plataforma para a recuperação global desta importante indústria. É hora de todos, autoridades, empresários e sociedade, trabalharem em conjunto e fazerem avançar este setor. Nosso evento abrirá caminho para a recuperação de 100 milhões de empregos este ano na indústria de viagens e turismo, que foi severamente atingida pela pandemia COVID-19 ”, disse Gloria Guevara Manzo, presidente e CEO do WTTC.

Ela ressaltou que há grande confiança no governo de Quintana Roo, que foi um dos primeiros destinos globais a receber o Selo Viagem Segura para a aplicação de protocolos de higiene e saneamento.

Segundo Glória, durante a Cúpula Mundial serão apresentadas diversas iniciativas relacionadas ao setor de viagens e turismo em termos de sustentabilidade, agenda digital, impacto social e empoderamento das mulheres no setor (Mulheres em Viagens Globais), com grande impacto na equidade de gênero.

“A Cúpula será um grande evento que gerará investimento e promoção, mas também promoverá o desenvolvimento social dos destinos, assim como o empoderamento das mulheres. Esses fatores darão mais força à cúpula, que marcará um antes e um depois no setor”, afirma Guevara.

 

Um em cada quatro empregos no mundo

O segmento de viagens e turismo gera um em cada quatro empregos no mundo e, neste momento, enfrenta o maior desafio de sua história. A crise de saúde o afetou severamente e mais de 174 milhões de empregos foram impactados.

A saúde pública é uma prioridade. Diante desse cenário, a aplicação da vacina COVID-19 nos principais países emissores de turistas no mundo, o uso de testes rápidos e máscaras, o uso de aplicativos digitais, bem como a implantação de protocolos de higiene são fundamentais. Este itens de segurança, bem aplicados conjuntamente representam uma luz no fim do túnel, permitindo uma recuperação gradual do setor.

 

Fonte: Diário do Turismo