Reino Unido avança na vacinação e prepara reabertura ao Turismo

O Reino Unido é mais uma prova de que uma campanha de vacinação séria, massiva e organizada é a única saída para uma retomada plena do Turismo. O órgão de promoção da nação, Visit Britain, põe a imunização como a única e exclusiva maneira de recuperar esta indústria que está entre os principais motores da economia local. E em entrevista exclusiva ao Portal PANROTAS, a CEO do Visit Britain, Sally Balcombe, ratifica que os britânicos estão atrás apenas de Israel na “corrida” da vacina, o que faz o país acreditar em um verão de retomada, isto é, de avanços significativos no Turismo de julho a setembro.

“Estamos avançando rapidamente neste quesito, com boas notícias a cada dia. Hoje, 38% dos nossos adultos residentes estão vacinados, e nosso compromisso é que até o final de julho este índice esteja em 100%. Proporcionalmente, apenas Israel tem mais vacinados do que o Reino Unido”, afirma a CEO. “Queremos um verão (hemisfério norte) com retomada em viagens domésticas e com visitantes internacionais de curta distância. Acreditamos que algumas coisas vão mudar na maneira de viajar, portanto não desejamos que as pessoas se sintam ‘de volta ao normal’, e sim que se sintam sobretudo felizes, seguras, e saudáveis após um período tão difícil, afinal Turismo é isso.” Importantes também são os dados que mostram a eficácia das vacinas no Reino Unido.

Vacinar residentes, entretanto, não é a única medida suficiente para que as fronteiras se abram para estrangeiros. Este processo dependerá de certificação de testes negativos, selos de segurança, procedimentos de higiene, comunicação assertiva e outras medidas ainda estudadas por governo e Visit Britain em parceria com a iniciativa privada local.

“Estamos trabalhando muito forte com o nosso trade para assegurar que não haja nenhuma falha na jornada. Mais de 44 mil empreendimentos estão alinhados conosco em protocolos de higiene e segurança. Aos poucos colocamos as coisas em seus devidos lugares. Nesta semana, temos o prazer de informar que o WTTC reconheceu que o procedimento de segurança britânico é automaticamente chancelado pelo selo Safe Travels do conselho”, acrescenta Sally Balcombe.

A CEO também acredita em uma mudança no perfil de viagens de um consumidor afetado pela pandemia. Segundo ela, o Visit Britain tem reforçado sua vitrine de paisagens naturais e atividades a céu aberto e adaptado seus atrativos que antes costumavam envolver grandes aglomerações. “Estamos buscando a melhor maneira de comunicar ao mercado nacional e internacional de que enquanto não estivermos seguros simplesmente não terá abertura, por mais que um passo importante seja planejado para ser dado em 17 de maio. Agentes de viagens e operadores são fundamentais ao enviar essa mensagem.”

 

EXPLOREGB

Certamente esta semana será crucial na transmissão desta mensagem. Isso porque está acontecendo uma edição virtual do Explore GB, o principal evento do Turismo do Reino Unido para o mundo. Entre hotéis, receptivos, castelos, passeios, atrações culturais e históricas, esportes, ingressos e festivais, a vitrine tem mais de seis mil produtos, com os quais os 75 brasileiros (operadores e agentes) têm a oportunidade de negociar.

 

TRADE DO BRASIL

“Malcolm [Griffiths, diretor do Visit Britain no Brasil] realiza um excelente trabalho no País, mostrando ao trade constantemente nossas novidades. Precisamos de uma comunicação transparente, a fim de mostrar que estamos avançando com os protocolos e que, da parte do mercado brasileiro é necessário se manter atualizado com os produtos, inaugurações e com a mídia, pois os filmes e séries dos streamings como Netlix são um dos maiores chamarizes do Reino Unido hoje em dia”, conclui a CEO. “O brasileiro é um grande fã de nossas séries.”

 

Fonte: Panrotas