Fase emergencial é prorrogada até 11 de abril em São Paulo

O Governo de SP anunciou a prorrogação da fase emergencial no Estado, que havia sido anunciada no dia 11 deste mês. A medida valeria até a próxima terça-feira (30), mas foi estendida até 11 de abril. O anúncio acontece no mesmo dia em que São Paulo bateu um novo recorde de mortes provocadas pelo novo coronavírus: 1.193 óbitos em 24 horas.

 

Entre as medidas desta fase do Plano SP estão a suspensão da realização de cultos religiosos coletivos, eventos esportivos, além de um toque de recolher entre 20h e 5h. Serviços que eram considerados essenciais, como as lojas de materiais de construção, continuam com as portas abaixadas.

O governo determinou ainda que o home office seja obrigatório para atividades administrativas não essenciais. Também está proibida a retirada presencial de mercadorias em restaurantes ou lojas – apenas os serviços de delivery são permitidos nesta nova fase.

 

As escolas estaduais seguem abertas apenas para a oferta de merenda, enquanto a rede privada poderá atender alunos de pais que precisam trabalhar fora, tendo a capacidade máxima de 35%.

 

Fonte: Panrotas