Governo de São Paulo anuncia aporte de crédito de R$ 125 milhões e inclui setor de eventos

O governador João Doria anunciou em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes durante a tarde desta quarta-feira, 3, um novo pacote de apoio.

A medida engloba os setores de comércio, turismo e eventos com um aporte de R$ 125 milhões em crédito pelo Banco do Povo e o Banco Desenvolve SP, além da suspensão de dívidas e parcelamento de contas.

Os empréstimos serão concedidos “a juros baixos” e “com velocidade sem burocracia” para valores expressivos, de acordo com o governador.

Além disso, também foi anunciada a suspensão no corte de fornecimento de gás e água (cujo o fornecimento é feito pela Sabesp) para todos os estabelecimentos comerciais até 30 de março.

As contas pendentes ainda poderão ser parceladas, sem multas ou juros, por até 12 meses.

A partir de amanhã (4), protestos de débitos inscritos na dívida ativa pública do Estado de São Paulo estarão suspensos por 90 dias “para que os empresários tenha capacidade de conseguir financiamentos e também negociar suas dívidas”, afirmou Doria.

De acordo com a Secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Patricia Ellen, mais informações sobre o auxílio serão dadas na próxima sexta-feira, 4 de fevereiro.

 

Suspensão de endurecimento

O governo de São Paulo suspendeu nesta quarta-feira (3) o decreto que coloca todo o estado na fase vermelha, a mais restritiva, do plano de flexibilização econômica aos finais de semana.

Pela previsão inicial, a medida, em vigor desde o dia 25 de janeiro, permaneceria até 7 de fevereiro, mas deixa de valer no próximo sábado (6).

Com a revogação, estabelecimentos como shoppings, restaurantes e comércios voltam a ter permissão para funcionar aos sábados, domingos e feriados nas regiões que estão na fase laranja do plano de flexibilização econômica.

 

 

Fonte: Portal Radar