ABEOC Brasil em missão em Brasília pelo socorro ao setor de eventos

A presidente da ABEOC Brasil, Fatima Facuri, está em Brasília desde a segunda-feira (08) juntamente com outros representantes de entidades, integrando mobilização pela aprovação do PL 5638/20 que propõe medidas emergenciais, trabalhistas e econômicas, em socorro ao setor de feiras, congressos e demais eventos através do PERSE – Programa Emergencial de Recuperação do Setor de Eventos, proposto pela ABRAPE. Várias dessas entidades assinaram nota endereçada à relatora do projeto, deputada Renata Abreu, ressaltando a importância do Projeto para a sobrevivência de empresas e profissionais e para a retomada das atividades.

 

 

Até o momento, foram três dias de corpo a corpo com os parlamentares, entre eles o autor do PL, deputado Felipe Carreras. Segundo ele, as entidades, entre elas a ABEOC Brasil, estão de parabéns pela mobilização histórica que conseguiram promover. Nesta quarta-feira (10), a presidente Fatima Facuri participou do café da manhã com os deputados (116 ao todo). O encontro serviu para expor a situação do setor e a necessidade urgente de medidas de socorro às empresas e profissionais e também o estímulo à retomada de atividades.

 

 

 

 

 

Fátima esteve com a deputada Soraya Santos tratando de pautas envolvendo o caos que o setor enfrenta há quase um ano e propostas para salvaguardar empresas e trabalhadores. Soraya Santos fez questão de ressaltar a importância da existência de um protocolo aprovado e que garantirá a retomada do trabalho e a segurança do público.

Outro deputado federal que se comprometeu a abraçar o setor foi Otávio Leite. Segundo ele, os eventos são de extrema importância para a geração de empregos e retomada da economia. Fátima também esteve com o deputado federal Otoni de Paula, entre outros. As Estaduais da ABEOC também se mobilizaram junto aos seus deputados da base de cada região.

 

 

 

“Estamos unidos e nos empenhando em favor do setor de eventos como um todo. Empresários e trabalhadores têm que voltar ao trabalho. Temos todos os protocolos, estamos prontos para voltar, sabemos lidar com o nosso público e temos segurança a oferecer. Reafirmo que precisamos de socorro para o setor de eventos e uma agenda para voltar. Estamos aqui em Brasília nos esforçando para isso, mostrando o nosso pleito e nossa realidade. Permaneço em Brasília trabalhando a retomada do setor de feiras e congressos”, afirmou a presidente da ABEOC Brasil.