Jeunesse Arena registra a maior taxa de ocupação de sua história em 2018

Em meio à crise que impactou sobremaneira o mercado de eventos carioca e reduziu o número de shows internacionais na cidade, atrações nacionais ganharam destaque. Na Jeunesse Arena, na Barra da Tijuca, por exemplo, o faturamento relativo a eventos nacionais cresceu 55% de 2017 para 2018. Foi nesse ano, inclusive, que a Arena, sob a gestão da GL events desde 2007, registrou a maior taxa de ocupação de sua história: foram 205 dias de casa ocupada. Os recordes de bilheteria e público foram os dois shows de despedida d’O Rappa.
“Estamos muito felizes com os resultados dos eventos nacionais que recebemos e promovemos em 2018 e otimistas que eles seguirão conquistando cada vez mais espaço na programação cultural do carioca. Em paralelo, com a desejada retomada da economia, a tendência é voltarmos a estar no roteiro de espetáculos internacionais. A nossa agenda para o primeiro semestre de 2019 já mostra uma melhora nesse sentido”, destaca Sílvia Albuquerque, diretora da Jeunesse Arena, que também é a casa dos times de vôlei masculino e feminino do Sesc RJ.
Neste primeiro semestre, já são quase 40 eventos confirmados para ocorrer na Jeunesse Arena, entre espetáculos musicais e teatrais e eventos esportivos, corporativos, religiosos e formaturas. Entre os que já podem ser divulgados estão: competições de vôlei do time Sesc RJ, Cirque du Soleil (21 a 31/03), com o espetáculo ‘OVO’; e show dos ingleses do Arctic Monkeys (03/04); gravação do DVD do Ferrugem (06/04); Star Wars in Concert (27/04); Disney on Ice (12 a 16/06); e a turnê pela América Latina de Shawn Mendes.
Em fevereiro, passaram pela casa o Authentic Games (02/02), a Orquestra Sinfônica Petrobras, com o concerto Dark Side of the Moon (03/02); e Ludmilla (14/02).

 
Fonte: Portal Radar