Turismo no IV Fórum Bahia Econômica

[Correio24horas, 24/11/2017]
O turismo foi tema recorrente no IV Fórum Bahia Econômica, aberto pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Na abertura, o consultor Marcos Troyjo disse que o turismo é a grande vantagem competitiva da Bahia. Já no último painel do evento, que reuniu o CEO da Vinci Airports Brasil, José Luís Meghini, o secretário de Turismo da Bahia, José Alves, o chefe da Casa Civil da prefeitura de Salvador, Luiz Carrera, e o chefe de gabinete da Secretaria de Infraestrutura da Bahia, Ivan Barbosa, o assunto ferveu.
O secretário de Turismo, José Alves, reafirmou que o governo do estado vai fazer o Centro de Convenções na região do Parque de Exposições, através da uma PPP (parceria público-privada), enquanto o chefe da Casa Civil de Salvador, Luiz Carrera, afirmou que a prefeitura começará a construção do Centro de Convenções municipal no parque do Aeroclube já em abril ou maio do ano que vem. Ambos concordaram que a capital baiana comporta mais de um Centro de Convenções.
Já o CEO da Vinci, José Luís Meghini, lembrou que não se pode colocar a perspectiva de crescimento do turismo da Bahia vinculada apenas à existência ou não do Centro de Convenções. Segundo ele, outras questões são mais importantes, como a mobilidade e a segurança pública. Alves anunciou que o governo vai lançar nos próximos dias campanha publicitária para divulgação do destino Bahia nacionalmente. Carrera listou dezenas de obras que serão iniciadas, destacando a reformulação de vários trechos da orla de Salvador e o BRT, cujas obras começam ano que vem.
Para completar, o chefe de gabinete da Secretaria de Infraestrutura, Ivan Barbosa, disse que turismo se faz com três C: comida, cultura e circulação, lembrando que Salvador tem os dois primeiros para dar e vender e que agora passa a ter o terceiro com as obras de mobilidade em toda a cidade.