Inter se compromete a entregar área para construção do Centro de Eventos ao lado do Beira-Rio

[Gaúchazh, 01/11/2017]
A prefeitura de Porto Alegre e o Inter assinaram na terça-feira (31) um protocolo de intenções que deve agilizar a construção do Centro de Eventos em terreno que fica ao lado do Beira-Rio e é utilizado pelo clube.
A área, de propriedade da prefeitura, foi concedida ao Inter por meio de um termo de permissão de uso até 2024, suscetível de prorrogação. Com o documento assinado na terça, o clube reconhece o direito de revogação pelo município a qualquer tempo, mediante simples notificação. O espaço de 25.748,30 metros quadrados fica no quarteirão formado pela Rua Fernando Lúcio Costa, Avenida Padre Cacique, Rua Carlos Medina e Avenida Edvaldo Pereira Paiva.
— Esse protocolo não é um documento de reconhecimento de direitos. Isso começa, a partir de agora, com um grupo de trabalho que tem representantes de ambas as partes.
De acordo com o vice-presidente de Negócios Estratégicos do Inter, José Aquino Flores de Camargo, o clube acredita que a área irá valorizar com a construção do Centro de Eventos:
— Havia um termo de permissão de uso para o Inter, mesmo que o clube não estivesse utilizando muito aquele espaço. Nós resolvemos colaborar com a prefeitura, de forma que seja algo benéfico para todos. Com o protocolo, o Inter busca, em contrapartida, a regularização da área sobre a qual tem a posse e título de domínio. Além disso, a cidade ganha com a valorização daquele espaço e o patrimônio do clube também, com a possível criação de um ativo imobiliário de valor econômico.
Segundo Vanuzzi, em setembro, a prefeitura solicitou ao governo federal a liberação prévia de 5% dos recursos totais (que são R$ 60 milhões) para a contratação dos projetos de arquitetura do Centro de Eventos.
— Se for confirmada agora a liberação desses R$ 3 milhões, nós vamos solicitar imediatamente o projeto arquitetônico. Já temos um termo que descreve o que nós queremos no projeto, quantos mil metros quadrados queremos que seja construído, o perfil do Centro de Eventos, quais equipamentos queremos que tenha. Várias etapas burocráticas foram vencidas. Agora, dependemos da liberação do dinheiro do governo federal.
Segundo o secretário, o governo federal tem até 31 de dezembro para dar uma resposta, mas a expectativa da prefeitura é de que essa confirmação ocorra nas próximas semanas.