Top Destinos Turísticos prorroga votação até final de novembro

[Revista Eventos, 27/10/2017]

A data de encerramento da votação do prêmio Top Destinos Turísticos foi adiada de 23 de outubro para 30 de novembro de 2017 e a festa de entrega da premiação aos vencedores será realizada em São Paulo, no dia 10 de janeiro, em local a ser definido e anunciado.

“As solicitações pelo adiamento vêm demonstrar o engajamento dos municípios inscritos na disputa, que se revela uma ferramenta poderosa de envolvimento da comunidade em prol da atividade turística”, assegura o presidente do Skål Internacional São Paulo e VP do Núcleo de Turismo da ADVB, Aristides de La Plata Cury.

A visibilidade das ações em andamento nos municípios participantes pode ser conferida pelos internautas no site ou na página de notícias. Existem várias iniciativas pontuais, em diferentes destinos em disputa, voltadas para a valorização dos atrativos naturais e culturais de cada um deles. Sobram exemplos.

A cidade de Santos conta com o ícone representado por Pelé, que revela o porquê daquela cidade ser Top. Bofete, localizada na região de Botucatu, produziu jingle e vídeo de campanha, com participação criativa de estudantes locais. Itanhaém, além de jingle e vídeo, concorre no Festival Um Minuto. Barretos exibe vídeo na TV e jingle nas rádios; Guarujá intensifica ações nas redes sociais, com a exibição de vídeo e posts aos moradores, imprensa e turistas, com o apoio de seu Convention Bureau, associação comercial e outras entidades locais.

Os 13 segmentos do Top Destinos Turísticos

Iniciativa conjunta do Skål Internacional São Paulo e ADVB – Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil, o Top Destinos Turísticos premiará 39 municípios, sendo 3 de cada um dos segmentos citados na LC 1261/15.

Turismo Social: forma de conduzir e praticar a atividade turística promovendo a igualdade de oportunidades, a equidade, a solidariedade e o exercício da cidadania na perspectiva da inclusão.

Ecoturismo: que utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista por meio da interpretação do ambiente, promovendo o bem-estar das populações.

Turismo Cultural: atividades turísticas relacionadas à vivência do conjunto de elementos significativos do patrimônio histórico e cultural e dos eventos culturais, valorizando e promovendo os bens materiais e imateriais da cultura.

Turismo Religioso: atividades turísticas decorrentes da busca espiritual e da prática religiosa em espaços e eventos relacionados às religiões institucionalizadas, independentemente da origem étnica ou do credo.

Turismo de Estudos e Intercâmbio: movimentação turística gerada por atividades e programas de aprendizagem e vivências para fins de qualificação, ampliação de conhecimento e de desenvolvimento pessoal e profissional.

Turismo de Esportes: atividades turísticas decorrentes da prática, envolvimento ou observação de modalidades esportivas.

Turismo de Pesca: atividades turísticas decorrentes da prática da pesca amadora.

Turismo Náutico: utilização de embarcações náuticas com a finalidade da movimentação turística.

Turismo de Aventura: movimentos turísticos decorrentes da prática de atividades de aventura de caráter recreativo e não competitivo.

Turismo de Sol e Praia: atividades turísticas relacionadas à recreação, entretenimento ou descanso em praias.

Turismo de Negócios e Eventos: conjunto de atividades turísticas decorrentes dos encontros de interesse profissional, associativo, institucional, de caráter comercial, promocional, técnico, científico e social;

Turismo Rural: atividades turísticas desenvolvidas no meio rural, comprometido com a produção agropecuária, agregando valor a produtos e serviços, resgatando e promovendo o patrimônio cultural e natural da comunidade.

Turismo de Saúde: atividades turísticas decorrentes da utilização de meios e serviços para fins médicos, terapêuticos e estéticos.