Turismo já representa US$ 100 bilhões no Google

[Panrotas, 19/09/2017]
Dono de marcas como Booking, Kayak e o recém-adquirido Momondo, o Grupo Priceline tem valor de mercado estipulado em cerca de US$ 91 bilhões, mas já não vale mais do que o chamado Google Travel, ferramenta do buscador para busca de viagens, passeios e serviços relacionados. De acordo com um estudo desenvolvido pelo Skift Research, o Turismo já representa 15% do valor total da marca Google, fato que o coloca à frente do grupo comandado por Glenn Fogel e valendo cerca de US$ 100 bilhões.
O alto valor de marca atingido pelo Google Travel se dá justamente por investimentos de grandes grupos, como o próprio Priceline, em ferramentas de marketing digital, como o Adwords, por exemplo. Segundo o Skift, os valores gastos pelo Grupo Priceline em publicidade terão uma alta de 23% em 2017, atingindo cerca de US$ 4,3 bilhões, enquanto outro gigante, a Expedia, gastará algo próximo de US$ 2,9 mi.
Acumulados aos investimentos de outros players, como os mecanismos de busca Airbnb e Trivago, além de companhias aéreas, hotéis e outros, o Google deverá receber US$ 14 bilhões do Turismo mundial em publicidade neste ano. “Esse valor coloca o Google como um dos líderes da indústria turística mundial”, aponta o estudo.
FACEBOOK ATRÁS
A maior rede social do planeta também é uma ferramenta estratégica para o mercado no universo digital, mas não tão potente como o Google. A grande diversidade de mecanismos dispostos pelo Facebook para fomentar o mercado ainda são “passos pequenos” perto do que o Google faz pelos players turísticos, segundo o Skift.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *