Rio ganha novo programa de promoção para reverter crise

[Panrotas, 01/09/2017]
O Rio de Janeiro deverá ter grande destaque nas ações da Embratur e do Ministério do Turismo nos próximos anos. O destino, que passa por uma grave crise econômica e de segurança, foi contemplado com o programa “Mais Rio Mais Brasil”, que o beneficia dentro do programa “Brasil Mais Turismo” criado recentemente pelo MTur.
Divulgação/EmbraturLummertz no evento promovido ontem
Lummertz no evento promovido ontem
Com a novidade, apresentada ontem pelo presidente da Embratur, Vinicius Lummertz no seminário “Reage, Rio!”, promovido pelos jornais O Globo e Extra, o Rio de Janeiro estará presente em todas ferramentas de promoção do Turismo brasileiro nos próximos cinco anos.
Também serão garantidas para o Rio presença nas feiras internacionais de que a Embratur participe, sem a necessidade de pagar pela inscrição. A ideia é expor os atrativos da Cidade Maravilhosa para cerca de 3,2 milhões de pessoas nos próximos cinco anos.
“O Turismo é a saída que cidade tem de sustentabilidade econômica para se reerguer. O Rio, cartão postal do Brasil no exterior e principal porta de entrada no País, investiu R$ 30 bilhões para sediar os grandes eventos dos últimos anos. Existe a necessidade da mudança de mentalidade da sociedade para que a reação aconteça e o Rio seja um destino consolidado”, afirmou Vinicius Lummertz.
Segundo o MTur, um terço dos turistas estrangeiros que chegam ao Brasil visitam o Rio de Janeiro, deixando na cidade cerca de R$ 3,5 bilhões ao ano. A expectativa é que o número cresça conforme seja intensificada a presença do Rio nas ações de promoção, seja em campanhas publicitárias, posicionamento digital, ou em atividades presenciais como press trips e famturs.
ABIH-RJ COMENTA
O presidente da ABIH-RJ e do Sindicato dos Meios de Hospedagem do Rio de Janeiro, Alfredo Lopes, comentou o programa anunicado pela Embratur para o Rio de Janeiro. Segundo ele, apesar de chegar com atraso, a medida é bem-vinda, uma vez que o Turismo do Rio fez pesados investimentos em sua infraestrutura recentemente visando grandes eventos.
“O Rio de Janeiro tem hoje o parque hoteleiro mais moderno do Brasil. A cidade reúne, atualmente, 855 estabelecimentos de hospedagem em operação, sendo 45 mil quartos em hotéis, flats e motéis, além de 15 mil leitos em albergues, pousadas e pensões. São números impressionantes de expansão em um espaço tão curto de tempo, o que demandou investimentos em torno de 12 bilhões de reais por parte da iniciativa privada. Sediamos os maiores eventos esportivos do planeta e, hoje, lidamos com taxas de ocupação na casa dos 50%. Todo investimento em imagem e infraestrutura da cidade seria em vão sem um trabalho sólido de promoção, que já deveria ter começado”, comentou Lopes.
Outro ponto abordado por ele, a flexibilização de vistos para turistas de determinadas nacionalidades também deve colaborar para reerguer a cidade promovendo uma reação em cadeia a partir do Turismo. “O incremento no fluxo de visitantes estrangeiros é vital para o nosso desenvolvimento econômico, representando perspectivas de impacto em toda a cadeia de serviços que orbitam em torno do setor, como comércio, alimentação e transportes, entre tantos outros. Agora, é aguardar a implantação e acompanhar de perto para que toda essa movimentação gere resultados tangíveis””, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *