Prêmio Caio 2017 divulga relação dos empreendimentos finalistas da etapa regional

[Revista Eventos, 25/09/2017]
A organização do Prêmio Caio divulgou esta semana a relação dos empreendimentos regionais finalistas aos Jacarés de Ouro, Prata e Bronze do Prêmio Caio 2017. Os 114 empreendimentos finalistas estão divididos em quatro regiões (Centro-Oeste/ Norte, Nordeste, Sudeste e Sul), e classificados em 10 categorias.
JULGAMENTO – Anualmente, o Prêmio Caio reúne um time de experts para eleger os melhores destinos, hotéis e centros de convenções para eventos do país. “O foco da avaliação dos jurados é infraestrutura destes destinos e empreendimentos para receber eventos, principalmente os corporativos e de negócios”, explica Sergio Junqueira Arantes, diretor do Prêmio Caio.
Para eleger os melhores empreendimentos do ano, a avaliação do Prêmio Caio é dividida em duas fases: Etapa Regional, em que os jurados elegem os 3 melhores de cada uma das 10 categorias em suas respectivas regiões; e a Etapa Nacional, em que, em cada categoria, os 3 finalistas de cada região irão competir entre si para ver quem conquista os Jacarés de Ouro, Prata e Bronze como os melhores do Brasil em suas categorias.
Os 114 destinos e empreendimentos finalistas já são vencedores do Prêmio Caio 2017 – Etapa Regional, e receberão seus respectivos troféus no dia 12 de dezembro, no centro de convenções do Expo Center Norte, quando será revelado quem fica com o Ouro, o Prata e o Bronze de cada categoria, em cada região.
“O que faz de um destino, hotel ou centro de convenções um dos melhores de sua região: estar sempre procurando atender as necessidades dos produtores de eventos, buscar sempre a excelência nos serviços, e também, saber se promover junto aos principais players da indústria de eventos”, afirma o diretor do Prêmio Caio.
Paralelamente a divulgação dos finalistas da Etapa Regional, a organização do Prêmio Caio informou que a segunda fase da avaliação já está em andamento: desde o último dia 13 de setembro, os jurados do Prêmio Caio já estão votando para eleger os Melhores do Brasil, em cada uma das 10 categorias de empreendimentos, além de Destino para Eventos de Grande Porte.
JURADOS – Anualmente, o Júri do Prêmio Caio é composto por profissionais indicados pelas entidades que compõem o Conselho Diretor do Prêmio Caio. Em 2017 são 262 jurados, entre gestores de eventos de empresas contratantes de eventos (48%), dirigentes de associações realizadoras feiras e congressos (25%), profissionais de agências de marketing promocional, organizadores de eventos, além de jornalistas da mídia especializada e professores universitários.
“Desde 2005, toda a avaliação do Prêmio Caio é feita em nossa plataforma on-line”, explica Junqueira. “Isto permite que tenhamos um leque bastante amplo de jurados do país inteiro, que podem fazer suas avaliações e votação on-line, sem sair de casa, de qualquer lugar do país ou do mundo, e garante que o resultado final seja um raio-x completo da infraestrutura para eventos de nosso país, região por região”.
A relação com os nomes e qualificação dos membros do Júri do Prêmio Caio 2017 será disponibilizada na página do Prêmio Caio após o encerramento da última etapa de votação da premiação. “Fazemos isso para preservar os jurados durante o processo de julgamento”, explicou Sergio Junqueira. “Mas para quem quiser conhecer um pouco do perfil do Júri, a relação dos profissionais que participaram em anos anteriores fica disponível em nossa página, na área Edições Anteriores”.
DESTAQUES – Na Região Sudeste são 30 empreendimentos finalistas, divididos em centros de convenções, pavilhões para feiras e exposições, hotéis, resorts e espaços para eventos.
Um destaque nesta região é Rooftop 5 & Centro de Convenções, inaugurado em 2016, e que já em 2017 está entre os três finalistas da categoria Centro de Convenções de Pequeno e Médio Porte da Região Sudeste.
Outros destaques em relação as edições anteriores estão na categoria Pavilhão de Feiras & Exposições: o São Paulo Expo, antigo Imigrantes, após sua reformulação em 2015, se consolida como uma das três forças da categoria na capital paulista. Já o Parque Anhembi, que já foi vencedor desta categoria em anos anteriores, em 2017 não ficou nem no Top Five, dando lugar ao Pro Magno Centro de Eventos, pavilhão inaugurado em 2014, e que nesta edição já figura entre os cinco melhores epaços para feiras e exposições da região sudeste.
Na categoria de Destino para Eventos de Pequeno e Médio Portes, os três classificados são do estado de São Paulo: Campinas, Campos do Jordão e Guarujá.
Na Região Sul, o estado de Rio Grande do Sul lidera a quantidade de indicações entre os finalistas em 2017, com 12 finalistas, seguido do Paraná, com 10 finalistas, e de Santa Catarina, com 8 indicações.
Mas se Santa Catarina ficou na lanterna numérica de indicações nesta edição, em ao menos uma categoria o estado gabaritou, e ficou com todas as indicações: Resort de Praia, com Costão do Santinho Resort & Spa, em Florianópolis; Plaza Itapema Resort & SPA, em Itapema, e Ponta dos Ganchos Exclusive Resort, Governador Celso Ramos.
Já na categoria Destino para Eventos de Pequeno e Médio Portes as indicações ficaram mais equilibradas, com um destino de cada estado: pelo segundo ano consecutivo, a disputa pelos Jacarés de Ouro, Prata e Bronze ficou entre Balneário Camboriú/SC, Foz do Iguaçu/PR e Gramado & Canela/RS.
Na Região Nordeste, a quantidade de indicações é menor do nas regiões Sudeste e Sul, já que a região não possui empreendimentos para concorrer na categoria Pavilhão de Feiras e Exposições.
Os 27 finalistas ficaram distribuídos entre oito estados: Ceará (6 indicações), Paraíba e Pernambuco (5 indicações cada), Rio Grande do Norte (4 indicações), Bahia (3 indicações), Maranhão (2 indicações), Alagoas e Sergipe (1 indicação cada).
Entre as cidades do Nordeste com maior quantidade de indicações, o estado do Ceará também: Fortaleza teve cinco empreendimentos classificados entre os finalistas, seguida de Natal, com 4 indicados, e de João Pessoa e Recife, com três indicados cada.
Um dos destaques desta edição está na categoria Resort de Praia: o Summerville Beach Resort, no Pernambuco, que já foi vencedor em anos anteriores, e havia ficado de fora dos finalistas nas últimas edições, volta a figurar em 2017 entre os três melhores da região Nordeste, junto com Dom Pedro Laguna Beach Villas, Golf & Spa Resort, de Aquiráz/CE, que conquista sua segunda indicação na história da premiação, e o Hotel Transamerica Ilha de Comandatuba, de Una/BA, veterano de indicações em sua categoria.
Na categoria Destino para Eventos de Pequeno e Médio Portes da Região Nordeste a disputa ficou polarizada entre três capitais: João Pessoa/ PB, Natal/ RN e São Luís/ MA.
As Regiões Centro-Oeste / Norte, que no Prêmio Caio se unem numa única região em função da quantidade de empreendimentos, também somaram apenas 27 finalistas, já que a região não disputa a categoria Resort de Praia.
Os estados do Centro-Oeste lideram a quantidade de indicações, com 20 finalistas: o Distrito Federal teve 8 indicados, todos de Brasília, seguido por Goiás com 6 e Mato Grosso do Sul com 5. Apenas duas cidades da região Norte tiveram empreendimentos indicados nesta edição: Manaus, com 4 finalistas, e Belém, com 3.
Um dos destaques na região está na categoria Pavilhão de Feiras & Exposições, com o Studio 5 Pavilhão de Exposições, de Manaus, conquistando sua segunda indicação consecutiva, e se consolidando entre os três melhores pavilhões da região, junto com o Albano Franco Centro de Convenções e Exposições, de Campo Grande, e o Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, de Belém, ambos veteranos como finalistas do Prêmio Caio Regional.
Outro destaque é o Centro Internacional de Convenções do Brasil, de Brasília, que em 2016 figurou pela primeira vez entre os finalistas da categoria Centro de Convenções de Pequeno e Médio Porte das Regiões Centro-Oeste e Norte, e nesta edição confirma que veio para ficar, junto com as outras duas forças na região: Centro de Convenções de Goiânia, de Goiânia, e o Centro de Eventos e Convenções Brasil 21, também de Brasília.
Na categoria Destino para Eventos de Pequeno e Médio Portes os finalistas são Belém/PA, Campo Grande/MS e Goiânia/GO.
Confira a lista acesse PRÊMIO CAIO 2017
SOBRE O PRÊMIO – O Prêmio Caio® é um produto da Revista EVENTOS, realizado pela Eventos Expo Editora. Desde sua criação o Prêmio Caio® é gerido por um Conselho Diretor, que em 2017 é composto pela ABEOC Brasil – Associação das Empresas de Eventos; ABIH – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis; ABRACCEF – Associação Brasileira dos Centros de Convenções e Feiras; ACADEMIA Brasileira de Eventos e Turismo; AMPRO – Associação de Marketing Promocional; e UneDESTINOS – União Nacional das Entidades de Destinos e EXPO Editora
O Prêmio Caio® é apoiado oficialmente pelas entidades representativas dos segmentos de eventos, promoção comercial, marketing promocional e turismo de negócios: ABBTUR, ABETAR, ABLA, ABRACE, ABRACOR, ABRACORP, ABRAFEC, ABRAJET, ABRASEL, ABREMAR, ADVB, ANETUR, ANSEDITUR, BRAZTOA, EVENTPOOL, FBHA, FENACTUR, FENADVB, FOHB, FORNATUR, IBEV, IFEA, IRES, OBME, RESORTS BRASIL, SINDEPAT e SINDIPROM.
O “Oscar dos Eventos” foi criado em 1999, com o objetivo de incentivar, reconhecer e valorizar o trabalho de empresas e profissionais da Indústria Brasileira de Eventos e Turismo, proporcionando reconhecimento em seu segmento e na mídia.
Sinônimo de qualidade, o Prêmio Caio® é a única premiação no setor, o que faz com que sua importância seja ainda maior. Prêmio Caio® tem como missão promover, difundir e aprimorar a utilização de uma das mais modernas e eficazes ferramentas de marketing à disposição das empresas: a promoção comercial, o marketing promocional, o turismo de negócios e os eventos, elegendo as melhores empresas, profissionais e empreendimentos destes setores no país.
Além disso, o Prêmio Caio® também objetiva: resgatar a memória e preservar a cultura do setor; estimular a atividade como um todo; realizar um grande encontro entre todos os envolvidos com o setor no país; promover a cidade-sede onde é realizada a premiação, seus locais e seus equipamentos para eventos.
POR QUE CAIO?
O nome do prêmio é uma homenagem a Caio de Alcantara Machado, profissional pioneiro na área de eventos e feiras de negócios, criativo e bem-sucedido no lançamento de novos produtos, promoção e organização de eventos. Caio enfrentou muitas dificuldades até atingir seus objetivos. Seus trabalhos, sempre reconhecidos, foram premiados diversas vezes, incluindo o prêmio Homem de Marketing do Ano, que arrematou seis vezes, e a Legião de Honra da França.
POR QUE JACARÉ?
O formato do prêmio entregue anualmente aos melhores profissionais e empresas de eventos foi inspirado na frase “Um dia vai dar jacaré”, ouvida por Caio Alcantara Machado de um apostador contumaz, tornando-se sua marca registrada. Essa expressão é conhecida entre as pessoas que convivem com feiras e eventos e virou uma identificação carinhosa para Caio. Através dos tempos, dezenas, centenas de quadros e alegorias de jacarés foram se espalhando por seu escritório, presenteadas por seus amigos e admiradores.