Mercado de turismo online cresce 73% em 4 anos

[Jornal de Turismo, 05/09/2017]
O mercado de turismo online atingiu R$30 bilhões em 2016, alta de 73% desde 2012, crescimento médio de 15% ao ano. É o que aponta o relatório Webshoppers 36, divulgado na última semana pela Ebit, empresa referência em informações sobre o comércio eletrônico brasileiro. A pesquisa, realizada em colaboração com a Expedia.com.br, site local de uma das maiores agências de viagens online do mundo, entrevistou 5535 pessoas através de um formulário online entre os dias 1 e 28 de junho de 2017, a fim de traçar o perfil do consumo de turismo online no Brasil.
Para a mensuração desse mercado e a realização da pesquisa, a Ebit e a Expedia® consideraram experiência em compras de passagens aéreas, reservas de hotéis, pacotes turísticos e outros serviços relacionados à uma Online Travel Agency (OTA).
A pesquisa aponta que, dentre os principais motivos de viagens estão 51,7% para férias, 19,5% para sair da rotina e 13,4% em viagens a trabalho. Ao total, 51,3% dos entrevistados utilizaram avião e mais de 86% declararam não ter viajado a trabalho. As porcentagens continuam sobre a ordem do processo online para reservar uma viagem, sendo que 17% dos consumidores definem primeiro o destino, seguido por 13,8% pesquisam voos, 13,3% pesquisam hotéis e 12% compara preços de voos e hotéis.
Segundo os entrevistados, os fatores apontados como mais relevantes para a escolha de um hotel foram “segurança”, “fácil acesso a transporte”, “pre­ço da estadia” e “localização”, com mais de 20% da preferên­cia em todos os quesitos. Além disso, os viajantes declaram que costumam economizar em “entretenimento”, “troca de carro” e “troca de celular” para viabilizar suas viagens.