Rock in Rio terá evento com palestras sobre o festival para executivos

[O Globo, 13/08/2017]
Já se passaram 32 anos desde que o primeiro Rock in Rio cravou o seu nome na história da música. De lá para cá, o evento só fez crescer, alçou voos internacionais e virou uma marca consagrada. Uma verdadeira aula de sucesso. Tanto que, desde a edição de 2015, a organização resolveu levar isso ao pé da letra e criou o Rock in Rio Academy. Uma imersão no conceito e nas práticas por trás do festival, que volta acontecer este ano e está com inscrições abertas.
Desenvolvido em parceria com a HSM Educação Executiva, a experiência será realizada no dia 19 de setembro, uma terça-feira entre os dois fins de semana do festival, na própria Cidade do Rock, na Barra. Por meio de palestras e visitas aos bastidores, o programa mostra como o negócio é conduzido e as principais estratégias que levaram o evento ao sucesso.
— São três blocos de atividades. O primeiro mostra como o sonho de um empreendedor virou uma estratégia de negócio bem-sucedida. No segundo, exploramos como isso se materializa dentro de um padrão de excelência. Analisamos aspectos como as estratégias de pré-venda, a definição da programação e até a identidade cultural da empresa — lista o diretor de novos negócios da HSM, Deniz Garcia.
O terceiro bloco, como ele conta, é a própria experiência, já que quem se inscreve neste evento tem direito a um ingresso para o festival em um dos dias da segunda semana do evento (21, 22, 23 ou 24).
— É um estudo de caso ao vivo — define Garcia. — Não é um programa para falar de organização de eventos, mas para mostrar os modelos de negócios e o case empresarial por trás dessa história.
Entre os palestrantes estão executivos que fazem o festival acontecer, incluindo o próprio fundador e presidente, Roberto Medina. Ele fecha as atividades com uma aula magna no palco mundo. A lista inclui, ainda, o CEO, Luis Justo, a vice-presidente executiva, Roberta Medina, e a diretora de marketing, Agatha Arêas, entre outros. Também há a participação de convidados, como patrocinadores, artistas e clientes.
— O Rock in Rio é um divisor de águas no mercado fonográfico e na indústria do entretenimento. Somos pioneiros em muitas coisas e sempre fomos muito requisitados por isso — destaca Agatha.
PLATAFORMA DE COMUNICAÇÃO
Segundo ela, após três décadas de existência, muitas áreas entenderam que o evento se transformou também numa poderosa plataforma de comunicação. E mostrar como isso é possível tem a ver com o mote do festival.
— Este é só o início de um projeto de partilha do conhecimento. O próprio Medina, em suas apresentações, não tem problema em mostrar onde foi bem e onde quebrou a cara — comenta Agatha.